Saber-Literário

Diário Literário Online

Jovem revela que, mesmo após confessar-se, não perdoa a si própria por ter abortado o seu bebê
Paulo Roberto Campos

 Adela Alonso, uma jovem paraguaia de 22 anos, revelou o trauma que lhe causou o fato de ter feito um aborto no segundo mês de gravidez. Ela afirmou no programa de TV RPC (Red Paraguaya de Comunicación) que, mesmo tendo-se confessado e obtido o perdão pelo seu pecado, não consegue perdoar-se a si mesma.

Chorando muito, disse que abortou em 17 de abril, dois dias depois de seu aniversário, e que até hoje não consegue superar aquele que foi o momento mais difícil de sua existência.
Muito comovida, ela fez a revelação no programa de reality show “Mundos Opuestos”, num momento em que comentava sua vida: “Quando abortei, eu escutei o barulho que se fazia quando trituravam o bebê. E não posso esquecer isso. Acho que é difícil perdoar a mim mesma, embora tenha me confessado, não estou tranquila comigo mesma; eu me sinto como uma assassina”.
No final de seu depoimento, disse ainda: “Perdão! Perdão, Fausto, ou perdão, Adela”. A jovem explicou que se o bebê fosse menino se chamaria Fausto; e se fosse menina, Adela.


 “Perdão! Perdão!”. Com essas palavras encerrou, pois não conseguia mais falar por ter ficado com a voz embargada.
Queira Deus que verdadeiramente arrependida e com o coração contrito e humilhado, a jovem seja perdoada e que o bebê possa interceder por ela junto ao Divino Salvador.
(*) Paulo Roberto Campos é jornalista e colaborador da Abim



 Fonte: Agência Boa Imprensa – (ABIM)

0 comentários

Postar um comentário

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Patrono

Patrono

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Todos os nossos textos, abaixo, estão licenciados no Creatve Commons.
Tecnologia do Blogger.