Saber-Literário

Diário Literário Online

Dúvidas sacrossantas! - Antonio Nunes de Souza*

Postado por Rilvan Batista de Santana 10/08/2017

Dúvidas sacrossantas!
Antonio Nunes de Souza*

Baseando-me sempre na legislação do tal do “livre arbítrio”, aproveito para tirar as minhas dúvidas, logicamente, sem querer colocar “grilos” nas cabeças alheias, mas, simplesmente mostrar um outro lado da história que, infelizmente, bate de frente com os tradutores da nossa maravilhosa Bíblia Sagrada!

Segundo os santos historiadores, tradutores oficiais do Santo Livro, depois de sete dias criando o mundo, ou seja, o paraíso, Sua Santidade ficou admirando as belezas da natureza e pensou: Puxa vida! Fiz todos os animais, linda fauna e belíssima flora e, por um esquecimento, nem pensei em fazer alguém que fosse a minha imagem, raciocinasse e pudesse conversar comigo, trocando opiniões, ou até, chamando-me a atenção para alguns detalhes que deixei passar em branco!

Assim sendo, depois desse pensamento, olhou para o lado e, vendo um monte de barro, percebeu que seria fácil fazer uma escultura e colocaria vida depois, achou que não seria necessário, milagrosamente dar um toque e, Divinamente, já aparecer o homem pronto. Ainda mais que estava sem fazer absolutamente nada, seria distraído brincar de escultor para matar o tempo. E foi o que fez! Meteu as mãos na argila e começou a mandar brasa em todos os detalhes. Inclusive, não sei se porque Ele também tem, colocou entre as pernas um saquinho com duas bolas e um penes tamanho médio. Tudo isso já que o tal homem deveria ser a sua imagem.

E, depois de pronta essa magnifica obra, olhou para uma poça de água que havia ao lado, olhou para a escultura e disse, com o maior orgulho: Puxa vida! Está a minha cara! Eu sou fo..., desculpe, eu sou um Deus mesmo! Vale dizer que os palavrões vem de épocas tão remotas quanto a terra. Nada disso é novidade, apenas, vão aparecendo aos poucos para não escandalizar muito.

Quando a estátua se levantou, bateu de frente com sua Divindade e foi logo perguntando: Quem é você cara!

E Deus respondeu na tampa: Sou seu criador seu curioso perguntador! Acabei de lhe fazer para que o paraíso ficasse completo, com todos os seres irracionais e entre eles houvesse um ser racional capaz de governar tudo e todos, fazendo uma felicidade coletiva! Imagine vocês que vacilo incrível de Sua Santidade, dando “livre arbítrio” aos homens imaginando que usariam para o bem. Seu nome será Adão meu filho!

Tô percebendo que todos do paraíso tem uma parceira, ou seja, o Senhor criou um casal de cada animal, e eu vou ficar boiando sozinho?

-Rapaz, não é que é verdade? Vou imediatamente, criar uma parceira para você e, olhando para o lado, viu que não tinha mais barro, chamou Adão e disse: Vou tirar uma costela sua e, milagrosamente, farei uma parceira para você!

-Valeu gente boa. Darei a costela com prazer. E prontamente abaixou-se perante o Sagrado Senhor que, num golpe de mestre, sacou a costela, fechou o peito e, sem pestanejar, começou a esculpir a mulher. Meu Deus do céu! Deus não estava inspirado nesse oitavo dia, pois, com uma costela poderia ter feito apenas uma xoxota e pronto. Sendo que esta teria poderes para procriar e ampliar a espécie sem não, ou cria sérios problemas!

Mas, Deus não estava nem aí. Fez a mulher e colocou seu nome de Eva. Logicamente, entre as suas lindas coxas e pernas, colocou uma rachadura interessante, que Adão já olhou desconfiado que aquela abertura teria ótimas utilidades, mas, desconhecia quais.
Deus ainda falou: Pronto, agora já temos “Eva e Adão”!

-Calma meu Rei, essa sonoridade está meio pejorativa. É melhor dizer: Adão e Eva, pois livra um pouco minha cara com a galera futura!

Assim sendo Deus colocou os dois embaixo de uma linda macieira e falou bem claro que segurassem as pontas, pois, no paraíso não teria pecados. Como até a Santidade Maior tem seus enganos, minha gente!

Aí, Santificadamente, Deus desapareceu, deixando a terra nas mãos desse lindo casal que, depois de caírem na lábia da tal serpente luxuriosa, começaram a habitar e ampliar esse mundo de meu Deus!

Creio que essa minha tradução seja mais simples, objetiva, mais perto da verdade que as fantasiosas entrelinhas colocadas como divinas. Claro que tenho muitíssimas dúvidas que dariam para fazer um grande livro, principalmente, as criações de determinados animais, ou insetos que nos sacaneiam nojentamente, como as baratas, piolhos, chatos que provocam uma terrível coceira no saco e na região pubiana. Além de uma série de outros que somente, até hoje, nos pentelham sem dó nem piedade, sem provarem para vieram ao mundo!


*Escritor-Membro da Academia Grapiúna de Letras-AGRAL-antoniodaagral26@hotmail.com-antoniomanteiga.blogspot.com!


0 comentários

Postar um comentário

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Patrono

Patrono

Google Visualizações

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Todos os nossos textos, abaixo, estão licenciados no Creatve Commons.
Tecnologia do Blogger.