Saber-Literário

Diário Literário Online

NADA É NOSSO - João Batista de Paula- Escritor e Jornalista

Postado por Rilvan Batista de Santana 05/07/2017

NADA É NOSSO - João Batista de Paula- Escritor e Jornalista

Ninguém é de ninguém. As pedras são nossas temporariamente, porque até elas vivem muito mais do que nossa  gente.

Nada e nosso! Nem o vento, nem o sol, nem a lua, nem as estrelas, nem a terra e nem o mar. Podemos até ter o desejo de posse, ou posse deles e achar que somos os donos e proprietários. Pura ilusão!

Tudo passe e estas grandiosas coisas permaneceram como as pedras, que duram muito mais tempo no universo que vivemos.
Então, sejamos homens presentes e de boas ações, porque voga muito mais.

Nada é tão nosso quanto nossos sonhos.
Nossos desejos.
Nossas aventuras.
Nossos medos.
Nossas certezas.
Nossos sentimentos. Nossas vontades.
Nossos pensamentos.
Nossos julgamentos.
Nossas vidas.
Nossas decisões.
Nossos pesadelos. Nossos erros.
Nossos acertos.
Nossas verdades.
Nossas mentiras.
Nossas ações.
Nossas máculas.
Nossas mudanças.
Nossas escolhas
Nossos amores.
Nossos lares.
Nossos amigos.
Nossos inimigos.
Nossas vitórias.
Nossas derrotas.
Nossas realizações. Nossos anos.
Nossos passados.

Nada é tão nosso quanto o vento que vai e volta.
Nada é tão nosso quanto o sol,  que ninguém consegue esconder por muito tempo.
Nada é tão nosso quanto nossa sombra, que não conseguimos molhar.

SÓ DEUS NA CAUSA! NADA É NOSSO!
PURA ILUSÃO ACHARMOS QUE SOMOS DONOS DO MUNDO.

Nada é tão nosso quanto nossas roupas, perfumes, maquiagens, sombra e prazer. Tudo passa,  tudo um dia se acaba, inclusive, o pão nosso, a fama e o poder.

 Nosso mesmo são as necessidades fisiológicas, as individualidades, o conhecimento e o saber, mas que tudo acaba com o decorrer do tempo.
Então, esse desejo de posse é transitório e passageiro.
Vivemos a boa saúde, o bem-estar e a paz, a tranqüilidade, a segurança, a beleza do dia e da noite.

Nada é tão nosso quanto a necessidade, o desejo de ser melhor do que o outro, melhor do que o vizinho ou de quem estiver a nossa frente.

Fonte: enviado por e-mail pelo autor

1 Responses to NADA É NOSSO - João Batista de Paula- Escritor e Jornalista

  1. OBA!
    OBRIGADO, MESTRE RILVAN BATISTA DE SANTANA.
    PELO MENOS, ESTE ESPAÇO CULTURAL É TODO NOSSO.
    UM ABRAÇO POETICO.
    JOÃODEPAULA.:

     

Postar um comentário

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Patrono

Patrono

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Todos os nossos textos, abaixo, estão licenciados no Creatve Commons.
Tecnologia do Blogger.