Saber-Literário

Diário Literário Online

Arrogância - Wanderley de Oliveira/Ermance Dufaux

Postado por Rilvan Batista de Santana 20/06/2017

Arrogância
 
Interessante observar que uma das propriedades psicológicas doentias mais presentes na estrutura rebelde da arrogância é a incapacidade para percebê-la. O efeito mais habitual de sua ação na mente humana. Basta destacar que dificilmente aceitamos ser adjetivados de arrogantes. Entretanto, um estudo minucioso nos levará a concluir que, raríssimas vezes na Terra, encontraremos condutas livres dessa velha patologia moral.
Relacionemos outros efeitos dessa doença:

1- Perda do autodomínio.
2- Apego a convicções pessoais.
3- Gosto por julgar e rotular a conduta alheia.
4- Necessidade de exercício do poder.
5- Rejeição a críticas ou questionamentos.
6- Negação de sentimentos.
7- Ter resposta para tudo.
8- Desprezo aos esforços alheios.
9- Imponência nas expressões corporais.
10- Personalismo.
11- Autossuficiência nas decisões.
12- Bloqueio na habilidade da empatia.
13- Incapacita para a alteridade.
14- Turva o afeto.
15- Acreditar que pode mais do que realmente é capaz.
16- Buscar mais de que necessita.
17- Querer ir além de seus limites.
18- Exigir mais do que consegue.
19- Sentir que somos especiais pelo bem que fazemos.
20- Supor que temos a capacidade de dizer o que é certo e errado para os outros.
21- Sentir-se com direitos e qualidades em função do tempo de doutrina e da folha de serviços.
22- Acreditar que temos a melhor percepção sobre as responsabilidades que nos são entregues em nome do Cristo.
23- Julgar-se apto a conhecer o que se passa no íntimo de nosso próximo.
24- Desprezar o valor alheio.

A ausência de consciência sobre esse sentimento e suas manifestações de rebeldia tem sido responsável por inúmeros acidentes da vida interpessoal. Mesmo entre os seguidores das orientações do Evangelho, solapam as mais caras afeições, levando muita vez a tomar os amigos como autênticos adversários.

Ter autoconsciência é uma das habilidades da inteligência emocional. Saber dar nome aos nossos sentimentos é fundamental no processo de crescimento e reforma interior. A arrogância que costumamos rejeitar como característica de nossa personalidade é responsável por uma dinâmica metamorfose dos sentimentos.
A ignorância de seus efeitos em nossa vida é explorada pelos gênios astutos da perversidade no planeta.


Do livro: ESCUTANDO SENTIMENTOS – a atitude de amar-nos como merecemos.


Wanderley de Oliveira/Ermance Dufaux

0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Tecnologia do Blogger.