Saber-Literário

Diário Literário Online

VERSOS ÍNTIMOS - AUGUSTO DOS ANJOS

Postado por Rilvan Batista de Santana 28/05/2017

VERSOS ÍNTIMOS

Vês?! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a ingratidão – esta pantera –
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem, que, nesta vida miserável,
Mora entre feras sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!

AUGUSTO DOS ANJOS
Eu e outras poesias
8ª edição.

===


Augusto de Carvalho Rodrigues dos Anjos foi um poeta brasileiro, identificado muitas vezes como Wikipédia
simbolista ou parnasiano.
Nascimento: 20 de abril de 1884, Cruz do Espírito Santo, Paraíba
Falecimento: 12 de novembro de 1914, Leopoldina, Minas Gerais
Formação: Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pernambuco (1903–1907)
Escola/tradição: Pré-modernismo, Modernismo

Pais: Córdula Carvalho Rodrigues dos Anjos, Alexandre Rodrigues dos Anjos

0 comentários

Postar um comentário

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Patrono

Patrono

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Todos os nossos textos, abaixo, estão licenciados no Creatve Commons.
Tecnologia do Blogger.