Saber-Literário

Diário Literário Online

Questão de Chamado (Parte II) Por Rudolfo Dainis Smits

Postado por Rilvan Batista de Santana 23/05/2017

Questão de Chamado (Parte II)
Por Rudolfo Dainis Smits

Este ano a história cristã comemora 500 anos desde que a Reforma começou na Europa. A Reforma mudou a Igreja impactando a civilização ocidental e seus ensinamentos sobre chamado. Essa visão revitalizou o mercado de trabalho. Vale a pena considerar como a Reforma revolucionou a forma de abordarmos o trabalho.

Martinho Lutero, professor de teologia moral e um dos principais líderes da Reforma desafiou a autoridade da religião estabelecida nas questões de fé, vocação e trabalho. Ele ensinava que todo homem e mulher são chamados por Deus, não importa sua vocação ou posição. Por causa disso, devemos trabalhar fielmente, com diligência e dignidade. Estes princípios podem parecer evidentes para a sociedade atual, mas não eram assim tão evidentes naquela época. Nosso trabalho, profissão, negócio ou missão – seja o que for que nos chegue às mãos para fazer – quando guiados por uma paixão pessoal e amor por servir, trarão prosperidade à sociedade e honrarão a Deus. 

Uma citação estimulante atribuída a Lutero explica: “A criada que varre a cozinha está fazendo a vontade de Deus da mesma forma que o monge que ora – não porque ela pode estar cantando um hino enquanto varre, mas porque Deus ama pisos limpos. O sapateiro cristão desempenha sua responsabilidade cristã não por colocar pequenas cruzes nos sapatos, mas sim fazendo bons sapatos, porque Deus está interessado em bons artesãos.” Fomos chamados para fazer boas obras, como nos diz Efésios 2:10: “Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou antes para nós praticarmos.”

Lutero ensinou que a vocação é o meio e a plataforma que nos permite servir à sociedade e a Deus. Através do trabalho, negócio ou ministério, proporcionamos, produtos, serviço e liderança, promovendo uma multidão de benefícios a indivíduos e à sociedade. Pela combinação de talentos, habilidades e dons de vários indivíduos, nosso trabalho, profissão e empresa produzem mercadorias e serviços para outras pessoas e assegura nosso próprio sustento. Isso não decorre da busca de ganhos ou lucros pessoais, mas sim da excelência no serviço que verdadeiramente beneficia e impacta a comunidade. Todo chamado honroso ou objetivo digno caminha lado a lado com tomadas de decisões e serviços justos e fiéis. Cumprir nosso chamado com disciplina, habilidade e excelência leva ao crescimento necessário para sustentar uma empresa, abençoar a sociedade e glorificar a Deus. 

Compreender nossa vocação trará realização pessoal, alegria e prosperidade social.  “Fiel é esta palavra, e quero que você afirme categoricamente essas coisas, para que os que creem em Deus se empenhem na prática de boas obras. Tais coisas são excelentes e úteis aos homens.” (Tito 3:8). 

Compreender a vocação nos ajuda a ver que o trabalho feito com excelência nos atrai para a verdade e o serviço de Deus.  “O chamado é a verdade de que Deus nos chama para Si mesmo de forma tão decisiva que tudo o que somos, tudo o que fazemos e tudo o que temos se reveste de uma dedicação e dinamismo especiais que se traduz numa resposta a Sua convocação e Seu serviço.” Os Guinness, escritor, sociólogo e co-fundador do Trinity Fórum. 

Compreender chamado não determina sucesso ou assegura posição, mas nos fortalece para vencermos dificuldades e provações.  O chamado pode levá-lo diretamente às provações e ao fracasso, porque obedecer a Deus não é necessariamente uma questão de sucesso. Martinho Lutero se arriscou a ser preso ao colocar sua tese de 95 pontos na porta do Castelo Wittenberg. Ele estava pronto para morrer ensinando e defendendo a doutrina bíblica que se opunha à autoridade da igreja estabelecida. Sua paixão por compreender e ensinar o que a Bíblia ensina, uma consciência limpa e a obediência a Deus, permitiram-lhe permanecer fiel à obra de Deus nele. “Pois é Deus quem efetua em vocês tanto o querer quanto o realizar, de acordo com a boa vontade Dele.”  (Filipenses 2:13). A dedicação de Lutero libertou a Igreja e revolucionou o entendimento de vocação, estabelecendo a atual ética de trabalho essencial a qualquer empreendimento.   

Questões Para Reflexão ou Discussão    

1.   Vocação exige fidelidade, diligência e trabalho habilmente executado para servir nossos clientes e honrar a Deus. Você concorda que esses princípios promovem um bom trabalho e serviço à sociedade? Dê exemplos desses princípios em operação causando impacto positivo. 

2.   O falecido Steve Jobs, fundador da Apple, foi um inovador criativo e revolucionário que não desistiu de seus ideais. Ele afirmou: “O único caminho para realizar um grande trabalho é amar o que você faz.”  Você ama o que faz ou está apenas esperando o relógio assinalar o fim do dia? O que motiva você a usar seus talentos, dons e habilidades para fazer o seu melhor? De que forma o trabalho deveria definir quem você é (ou não é)? Como o trabalho deveria ser reflexo daquilo que você crê (ou não crê)? 

3.   “Aqueles que são loucos o bastante para acreditar que podem mudar o mundo são os que realmente o fazem.” - Steve Jobs. Martinho Lutero venceu grande oposição para trazer mudanças que impactaram toda a Europa. Por quê compreender a vocação pessoal nos ajuda a vencer obstáculos e provações e por que é tão importante para a sociedade, empresas e transações comerciais?

4.   Vocação patrocina a excelência e dá dignidade ao que fazemos. Tito 2:7 diz: “Em tudo seja você mesmo um exemplo para eles, fazendo boas obras. Em seu ensino, mostre integridade e seriedade.” Com quem começa o trabalho de qualidade e qual a melhor forma de facilitar o bom trabalho?

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Mateus 5:16; Colossenses 3:23-24; 2Timóteo 6:18; Tito 3:14; Hebreus 10:24; Tiago 2:14; 3:13. 

Próxima semana tem mais!

MsC Jean Luiz Correia Baraúna
Contador CRCBA 21.323/O
Contatos: (73) 3613-7771/98869-3561/99133-1845/99949-7771
Medite: "Pais que levam seus Filhos à Igreja, não vão busca-los na cadeia"

0 comentários

Postar um comentário

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Patrono

Patrono

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Todos os nossos textos, abaixo, estão licenciados no Creatve Commons.
Tecnologia do Blogger.