Saber-Literário

Diário Literário Online

Irmão do líder norte-coreano é assassinado na Malásia

Postado por Rilvan Batista de Santana 15/02/2017

(Arquivo) Kim Jong-Nam

Irmão do líder norte-coreano é assassinado na Malásia

O meio-irmão do líder norte-coreano Kim Jong-Un foi assassinado na Malásia, informou a imprensa sul-coreana nesta terça-feira, enquanto uma rede de televisão divulgou que ele foi atacado no principal aeroporto do país com agulhas envenenadas.

As autoridades de Seul ainda não puderam ser contactadas para comentar a morte de Kim Jong-Nam. A polícia da Malásia, por sua vez, informou que um coreano não identificado foi encontrado passando mal no Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur e logo depois faleceu.

Se for confirmada, a morte de Kim Jong-Nam será a de mais alto escalão sob o regime de Kim Jong-Un desde a execução do tio do líder, Jang Song-Thaek, em dezembro de 2013.

Kim Jong-Un tem tentado fortalecer seu poder diante da crescente pressão internacional pelos programas nucleares e de mísseis da Coreia do Norte. Ele teria organizado uma série de execuções.

O mais recente lançamento de mísseis, realizado no último domingo, gerou a condenação do Conselho de Segurança da ONU e uma ameaça de uma forte resposta do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

A agência de notícias sul-coreana Yonhap citou uma fonte do governo de Seul, segundo a qual Kim Jong-Nam foi morto na segunda-feira.

Outra fonte citada pela Yonhap disse que agentes da agência de espionagem do Norte, o Escritório Geral de Reconhecimento, realizaram o assassinato se aproveitando de um vácuo de segurança entre os guarda-costas de Jong-Nam e a polícia malaia no aeroporto.

O homem de 35 anos teria sido morto por duas agentes não identificadas que utilizaram agulhas envenenadas no aeroporto, segundo a emissora sul-coreana TV Chosun.

Estes relatos, que citam múltiplas fontes governamentais, também informam que as duas mulheres chamaram um táxi e fugiram logo depois.

Na Malásia, o chefe de polícia responsável pelo Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur, o comissário-adjunto Abdul Aziz Ali, declarou à AFP que um coreano de cerca de quarenta anos foi encontrado passando mal no aeroporto na segunda-feira.

As autoridades aeroportuárias o levaram ao hospital, mas ele morreu no caminho, disse o chefe da polícia.

"Não temos mais detalhes sobre este coreano, não sabemos sua identidade", disse Abdul.

Kim Jong-Nam, filho mais velho de Kim Jong-Il, já foi considerado o provável herdeiro da Coreia do Norte, mas perdeu o favoritismo de seu pai após uma tentativa frustrada em 2001 de entrar no Japão com um passaporte falso para visitar a Disneyland.

Desde então, viveu em um virtual exílio, principalmente no território chinês de Macau.

Kim Jong-Un assumiu o poder como líder norte-coreano após a morte de seu pai, em dezembro de 2011.

Kim Jong-Nam, conhecido como um defensor da reforma no Norte, disse certa vez a um jornal japonês que se opunha às transferências dinásticas de poder que ocorrem na Coreia do Norte.

Ele teria sido próximo de seu tio Jang Song-Thaek, que atuou como o número dois não-oficial do governo e o mentor político do atual líder, antes de ser morto pelo regime.

- Alvo no passado -

Jong-Nam já havia se tornado um alvo no passado. Em outubro de 2012, promotores sul-coreanos informaram que um norte-coreano detido como espião admitiu ter participado de um complô para encenar um acidente de carro na China em 2010, tendo como alvo Kim Jong-Nam.

Em 2014, foi informado que Jong-Nam estava na Indonésia - foi visto em um restaurante italiano administrado por um empresário japonês em Jacarta - e aparentemente estava vivendo entre Cingapura, Indonésia, Malásia e França.

Em 2012, um jornal de Moscou relatou que Jong-Nam estava tendo problemas financeiros depois de ter sido desvinculado do Estado estalinista por ter criticado sua política de sucessão.

O semanário Argumenty i Fakty informou que foi expulso de um hotel de luxo em Macau por uma dívida de 15.000 dólares.

No ano passado, a Coreia do Sul alertou sobre possíveis tentativas de assassinato norte-coreanas em seu território. Lembrou tentativas anteriores de assassinar Hwang Jang-Yop, ideólogo-chefe do Norte e antigo tutor de Kim Jong-Il, que desertou para o Sul em 1997 e morreu de causas naturais em 2010.

Jong-Nam nasceu do relacionamento extra-conjugal de seu pai com Sung Hae-rim, uma atriz de origem sul-coreana que morreu em Moscou.

Fonte: Yahoo Notícias


0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Tecnologia do Blogger.