Saber-Literário

Diário Literário Online

FELICIDADE OU MORTE - Natany Pinheiro

Postado por Rilvan Batista de Santana 02/02/2017

FELICIDADE OU MORTE
Natany Pinheiro

Livro de 2016 escrito pelos estudiosos Clóvis de Barros Filho e Leandro Karnal. Um título que gera curiosidade pelo seu antagonismo e ânsia na leitura pela sugestiva solução.

É melhor ser alegre que ser triste? Alegria é a melhor coisa que existe? As frases imortalizadas por Vinicius de Moraes enredam as parágrafos filosóficos do livro, que começa discutindo o vazio da felicidade e o quanto a mesma é tão procurado por, de fato, não existir.

Não é que ninguém seja feliz, mas é que a procura é muito mais forte que o encontro. Como se, nos dias de hoje, vivêssemos idealizando algo que não é possível alcançar: virar presidente da República, ganhar na Mega Sena ou casar com o Gianecchini.

Mas essa busca não é só contemporânea a nós, outros filósofos são citados no livro como quem destinou seus estudos também a uma causa que não tinha solução naquele momento. Aristóteles buscava a ética num momento dominado pela prática política. Tomás de Aquino escreveu sobre teologia num momento em que a religião perdia poder. E nós, o que fazemos?

Nós buscamos a liberdade. E isso por que acreditamos precisar dela para sermos felizes. Afinal, ninguém pode ser feliz estando preso, amarrado ou escravizado, certo? Mas o que não apuramos quando afirmamos querer a liberdade, é que ela é uma sina que nos condena às escolhas. Obviamente por que, quando se é livre, não há imposição alguma, ou pelo menos não deveria haver. Você, indivíduo livre, pode escolher se quer dormir às 22h ou meia noite, pode escolher fazer uma faculdade ou passar o dia jogando vídeo game, e ainda se come salada ou hambúrguer todos os dias. É aí que começa o drama da liberdade.

As escolhas são suas, assim como as renúncias e as consequências. Mas o que hoje parece mais rentável é ser feliz agora, com as escolhas que geram prazer, sem pensar no amanhã. O famoso carpe diem / here e now / hic et nunc – como preferirem. Vivemos num momento em que as emoções indicam emergência e que evitá-las significa ser derrotado por si mesmo. E derrota é algo que não combina com a busca pela felicidade.

Porém, nesse turbilhão de vontades e desejos sempre saciados, destacam-se meros mortais que, além de buscar a felicidade, refletem sobre a caminhada e os benefícios que delas virão. Esses são os angustiados, que sofrem por terem que escolher, sabendo que ao ganhar vão também perder. E essa dualidade é tão cruel quanto necessária, afinal, se não tivermos controle sobre o nosso próprio objetivo de vida, não alcançaremos de forma alguma a tal felicidade.

E a maior contradição do livro (?) ou talvez a maior verdade é a afirmação de Karnal: “considero a morte uma das coisas mais importantes para sermos felizes. Sem ela nossa depressão seria insuportável”. O acadêmico diz isso no sentido de que só a morte encerra nossa liberdade e, por consequência, nossas tão angustiantes escolhas.

E deixando de lado o egoísmo da morte como solução, ambos os escritores definem a felicidade como a busca pelo o amor e na realização do outro. Como seres sociais que somos, só enxergamos sentido naquilo que nos entrega ao grupo, que nos faz ver a alegria no olhar do outro e nos bons momentos compartilhados.

~ Talvez Clóvis e Leandro não tenham usado de palavras tão romantizadas, nem tenham solucionado a questão do livro com o amor. Mas eu, como vocês, também busco a felicidade e escolhi esse final para o meu texto, renunciando assim às verdadeiras palavras e conclusões do livro. Mas a prova dos 9 pode ser tirada com a leitura completa e detalhada do exemplar – Felicidade ou Morte?, vale a pena a reflexão.

 


NATANY PINHEIRO

Não há pessoa nesse mundo que me entenda. E eu, pra contrariar, entendo tanto de todos, que prefiro me distanciar. Escrevo para organizar meus anseios, minhas angústias. Escrevo para trair minha própria afirmação, na esperança de um dia ser entendida. .
Saiba como escrever na obvious.


Fonte:



0 comentários

Postar um comentário

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Patrono

Patrono

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Todos os nossos textos, abaixo, estão licenciados no Creatve Commons.
Tecnologia do Blogger.