Saber-Literário

Diário Literário Online

As velhas casas de putas! Antonio Nunes de Souza*

Postado por Rilvan Batista de Santana 13/01/2017

As velhas casas de putas!
As velhas casas de putas!
Imagem: Google
Antonio Nunes de Souza*

Atualmente, apenas algumas pequenas cidades ainda cultuam poucas casas de putas, geralmente instaladas numa área, ou bairro um tanto afastado do centro, com a denominação antiga e que diz tudo: puteiro!

Para aqueles ou aquelas que, atualmente, estranham e não conheceram tais comportamentos, trata-se de casas, geralmente com funcionamentos noturnos, onde são encontradas mulheres, em sua maioria jovens que, por algum dinheiro (muitas vezes tabelado) praticavam o sexo e, dependendo das suas belezas e variedades nas posições e ações, tinham seus valores mais bem classificados, como também eram mais procuradas e cotadas!

Como ocorre em tudo nessa vida, até nas casas de mulheres da vida (como eram também chamadas), existiam as majestosas mais tesudas e gostosas que, relativamente, pertenciam aos homens importantes da cidade e, quando eles chegavam, elas, imediatamente, largavam quem estivesse em sua companhia, indo atender aos privilegiados da cidade. Os frequentadores pobres mortais já sabiam e conheciam que Madalena era a mulher do juiz, Carminha a do médico do posto, Leda a do dono do mercado, Silvinha do delegado, Tereza do prefeito e, imagine vocês que, a Dulcinéia era a do padre! Logicamente, estou falando de uma das cidades que vivi no passado!

Geralmente tinham uns pequenos salões improvisados nas salas que eram amplas e, tocando seus boleros e sambas canções (hoje chamados de arrocha), você tirava uma delas para dançar, acertava o preço, perguntava se seus “coronéis” iriam aparecer e, caso tudo fosse combinado, ia-se até o caixa, pagava-se e recebia a chave do quarto, partindo para sua agradável parte sexual, passivo de pegar alguma DST, sendo a blenorragia a mais comum e muito divulgada nessas casas do prazer carnal!

Essas casas eram essenciais para os jovens aprenderem a fazer sexo, ficarem mais experientes para quando casarem, satisfazendo melhor as suas esposas e demonstrarem bons desempenhos!
Hoje, praticamente essas casas desaparecera, uma vez que a moças e rapazes estão transando por um pedaço de pizza, umas cervejas nos shows artísticos ou um hambúrguer no Mac Donald. Sendo que muitas vezes, nem precisa de nada disso. Simplesmente por prazer! Assim como, os coronéis e mais abastados, escolhem suas secretárias, já combinados com essa parte sexual fazendo parte do trabalho, que lhe dão ganhos extras, presentes e pagamentos de suas faculdades. Comportamentos modernos, acompanhando o progresso, até na área da sacanagem.

Hoje, onde ainda existem algumas velhas e tradicionais “casas de putas”, essas são consideradas verdadeiras relíquias, dirigidas por velhas raparigas do passado!

*Escritor – Membro da Academia Grapiúna de Letras – AGRAL – antoniopdaagral26@hotmail.com



0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Tecnologia do Blogger.