Saber-Literário

Diário Literário Online

Imperdíveis Combinações de Vinhos e Comidas!

Postado por Rilvan Batista de Santana 05/12/2016

Imperdíveis Combinações de Vinhos e Comidas!

Quando você vai a um restaurante, o que você faz primeiro? Você olha para a lista de vinhos e, em seguida, pede a sua comida? Se for esse o caso, você deve trocar a ordem das coisas. Para realçar os sabores de ambos, você deve primeiro decidir o que comer e então combinar o prato com o vinho certo.


Para decidir qual combinação de vinhos e alimentos vão bem, se concentre em destacar as melhores características do vinho. Por exemplo, em termos gerais, um vinho branco seco é melhor combinado com um peixe, pois se você combiná-lo com uma carne, o gosto suave do vinho é perdido. Outra combinação que devemos evitar é a de um vinho forte, como o Cabernet Sauvignon, com alimentos amargos, pois assim você terá o sabor amargo em dobro! É importante lembrar também que o vinho deve ter mais acidez que o alimento, caso contrário você não vai sentir seu gosto.

Mas, para não ficar na dúvida, nós trazemos a você um pequeno guia com as 6 melhores combinações que realçam o sabor tanto do vinho, como da comida.

1. Combinando vinho com aperitivos

Quando você planeja se reunir com amigos, o vinho torna-se um elemento essencial para o evento. Como regra geral, lembre-se:

Antepasto: Os vinhos brancos como Pinot Gris (Grigio), Chenin Blanc, Sauvignon Blanc e Pinot Blanc combinam perfeitamente com antepasto. Nozes/Castanhas e azeitonas: Vinhos espumantes Brut são uma opção fascinante.

Carnes frias: As variedades de uvas brancas são uma boa opção para combinar com cortes de frios. Experimente o Riesling, Seyval Blanc e Vignoles. O Chambourcin Rose também vai bem com carnes frias, assim como Barbera, um vinho tinto rico, mas de corpo leve, além de um Malbec.

2. Combinando vinho com massas

As variedades de vinho branco geralmente combinam bem com pratos de massas, realçando o sabor do molho. Salada de macarrão: Um vinho branco seco vai muito bem nesse caso. Escolha um Sauvignon Blanc ou Chenin Blanc.

Massas com molho branco: Chardonnay e Pinot Blanc são as melhores opções para combinar os sabores suaves. Massa com frutos do mar: Sauvignon Blanc e Chardonnay, ambos melhoram o sabor da massa.

Massa com vegetais: Pinot Blanc, Sauvignon Blanc e Viognier combinam bem com esses pratos. Para uma alternativa com vinho tinto, experimente a variedade de uva Barbera.

Massa com molho de tomate: Uma variedade de vinho com uvas ácidas, como Barbera, é perfeita para a combinação com alimentos suculentos, tais como massas com molho de tomate. Outra opção é uma variedade rústica e de colheita precoce, tal como Sangiovese.



3. Combinando vinho com carne vermelha e aves

Certamente não é surpresa que um vinho tinto encorpado ande de mãos dadas com um bife perfeito, mas essa variedade também combina muito bem com peru, carne de caça, carneiro e linguiça. O vinho tinto é geralmente o companheiro perfeito para carne que é cozida em fogo alto, criando sabores complexos que vão desde doces a salgados. A gordura da carne suaviza os taninos do vinho, enquanto as notas terrosas dele trazem à tona o sabor defumado da carne.
Frango: Os vinhos brancos são as melhores apostas para combinar com frango. Chardonnay, Vin Gris, Riesling e Chenin Blanc destacam o sabor da ave. Se preferir variedades tintas, escolha um Merlot, Pinot Noir ou Cabernet Sauvignon.
 
Peru: Escolha variedades de vinhos tintos como Merlot e Zinfandel. Como alternativa, uma variedade de uvas brancas Chardonnay é deliciosa.

Pato: Pinot Noir, Merlot e Cabernet Sauvignon realçam o sabor da carne de pato. Espumantes rosé também são uma boa opção.

Carneiro: Os vinhos tintos como Cabernet Sauvignon, Merlot, Pinot Noir e Chanceler são os que melhor acentuam o sabor do carneiro.

Coelho: Barbera, Pinot Noir e Merlot ajudam a realçar o sabor do coelho. Se preferir um vinho branco, escolha o Riesling.

Linguiças: Um vinho espumante rosé ou Brut misturam-se perfeitamente com linguiças, bem como as variedade de Malbec, Shiraz e Barbera.

Vitela: Barbera, Merlot e Malbec são perfeitos para este tipo de carne bovina. Entretanto, um Chardonnay também pode ser uma opção interessante.

4. Combinando vinho com frutos do mar

O vinho branco é sinônimo de frutos do mar, mas alguns peixes e mariscos são combinados muito bem com variedades de vinho tinto, como Pinot Noir e Merlot. Moluscos: Escolha vinhos espumantes Brut, Sauvignon Blanc ou Chardonnay.

Caranguejo e lagosta: Um espumante Brut ou Chardonnay acentuam os sabores destes deliciosos e delicados pratos.

Mexilhões: Os vinhos brancos, como Chenin Blanc, Pinot Blanc, Pinot Gris e Sauvignon Blanc fazem uma excelente combinação com os mexilhões.

Salmão: Para combinar com uma variedade de vinho tinto, o Pinot Noir é uma boa opção. Para uma alternativa de vinho branco, as alternativas sempre seguras são o Sauvignon Blanc e o Pinot Gris.

Peixe-espada: Se o tinto é a sua escolha, escolha um Pinot Noir. Para combinar com uma variedade de branco, experimente o Sauvignon Blanc, um espumante Brut ou Vin Gris, que são muito boas alternativas.

Atum: Os vinhos Merlot e Pinot Noir são uma delícia combinados com atum, mas outras opções sempre boas são o Sauvignon Blanc, Vin Gris e Chardonnay.

5. Combinando vinho com sobremesas

Para o final perfeito de uma refeição, o vinho pode tornar a sobremesa muito melhor. Um vinho gelado vai bem com bolos em geral, mas um Riesling de colheita tardia pode ser a combinação perfeita para um bolo de chocolate, por exemplo.
Torta de maçã: Os vinhos brancos são uma boa escolha. Tente um Riesling de colheita tardia, Moscatel ou variedades de vinhos de gelo (eiswein).

Chocolate: Para uma combinação com o branco, tente um Riesling de colheita tardia, mas se você prefere um tinto, pode escolher um bom Malbec ou Cabernet Sauvignon.

Cremes, natas e pudins: Riesling de colheita tardia, Moscatel e variedades de vinho de gelo irão realçar os sabores destas sobremesas.

Fruta fresca: Combine frutas com um Moscatel ou Chenin Blanc de colheita tardia.

Sorvetes e sorbet: é melhor apreciá-los sozinhos, mas se você quer combiná-los com um vinho, escolha um frutado ou licoroso.

6. Combinando vinho com queijos


Uma combinação cuidadosa de vinho e queijo pode realçar os sabores em ambos. Com tipos de queijos duros, como o Pecorino, escolha um vinho que contém uma grande quantidade de taninos, como Cabernet Sauvignon. Queijos cremosos, como Brie, são melhor combinados com vinhos que têm um sabor frutado fresco, enquanto queijos salgados vão bem com um vinho doce, como o Moscatel.

Queijo de cabra: Queijos de cabra macios combinam perfeitamente com o Sauvignon Blanc e espumantes rosé. Se preferir uma variedade tinta, experimente Cabernet Sauvignon, Merlot e Pinot Noir, criando uma combinação fantástica. Para as variedades mais duras do queijo, Pinot Noir, Merlot, Malbec e Cabernet Sauvignon realçam o seu sabor, além do Shiraz, que é também uma boa escolha.

Queijos de vaca ou ovelha: Pinot Noir e Shiraz são uma excelente escolha para queijos de média dureza. Os mais duros são melhores se combinados com variedades tintas como Cabernet Sauvignon, Malbec, Petite Shiraz (Durif) e opções brancas como Chenin Blanc, Riesling de colheita tardia e Moscatel.



Fonte: Matilda O. / Tudo por e-mail

0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

ALITA

DP

Tecnologia do Blogger.