Saber-Literário

Diário Literário Online

Descobrindo o Significado do Natal - Por Robert Tamasy

Postado por Rilvan Batista de Santana 25/12/2016

Descobrindo o Significado do Natal
Por Robert Tamasy

Você provavelmente já ouviu esta pergunta ser feita mais vezes do que seria possível contar:  “Qual é o verdadeiro significado do Natal?”  É possível que existam tantas respostas quanto existem pessoas.  O que a observância do Natal aparenta ser varia de acordo com a nação, cultura e família, mas tipicamente é um tempo para que os familiares e amigos se reúnam, apreciem boa comida, troquem presentes e observem o encerramento de mais um ano.  Para muitos é um tempo festivo, de diversão;  para outros, pode ser um momento triste ou depressivo, um agudo lembrete de perda ou sofrimento.

Para o mundo profissional e empresarial, o Natal significa muito mais do que festas de escritório ao final de um ano de trabalho.  Os varejistas têm a esperança de colher lucros que possam transformar o ano civil de medíocre em espetacular.  Os contratos com os clientes estão sendo revistos – e espera-se – renovados.  Metas anuais estão sendo reavaliadas; planos para o próximo ano estão sendo formulados.  Uns poucos dias longe do trabalho durante as festividades de Natal proporcionam a chance de recobrar o fôlego antes de outro ano de atividades frenéticas. 

Mas é em torno disto que gira o Natal?  Alguém já descreveu esse tempo da seguinte forma:  “tempo de pedir coisas que não necessitamos, receber coisas que não queremos, comprar coisas que não podemos pagar para pessoas que não gostamos.”  Soa um tanto pessimista, não é mesmo?  De alguma maneira, o apelo quase universal desse momento deveria estar baseado em algo mais do que ânsia por coisas e busca por lucros.  Sendo assim, onde encontramos significado no Natal? 

A primeira história de Natal é contada nos capítulos iniciais do evangelho de Lucas.  Ali encontramos um homem e uma mulher jovens, judeus, noivos, ainda não oficialmente casados, fazendo o árduo trajeto de suas casas em Nazaré até Jerusalém.  De acordo com o relato, não conseguindo encontrar um quarto numa hospedaria convencional, o casal se acomodou em um estábulo, onde nasceu o menino Cristo, sendo sua primeira cama uma humilde manjedoura. 

A representação tradicional da Natividade oferece diferentes perspectivas.  Pastores, animais de curral, anjos e magos – todos figuram de forma significativa.   Mas, o que não está presente nessa cena é a rude cruz de madeira na qual essa criança – a quem a Bíblia chama de Deus Encarnado – vai terminar sua vida terrena.  Sem a cruz, não haveria necessidade de lembrar ou celebrar o primeiro Natal.  Refletir sobre isso mostra-nos coisas importantes acerca de Deus – coisas que deveriam se refletir na vida de Seus seguidores.  Entre elas: 

O cartão de visitas de Cristo foi Sua humildade.  Por mais difícil que seja imaginar ou conceber, o Deus de toda a criação e eternidade entrou no tempo e tomou a forma humana.  “Mas (Ele) esvaziou-Se a Si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens.  E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-Se a Si mesmo, e foi obediente até a morte, e morte de cruz!”  (Filipenses 2:7-8). 

Deus nos serve, portanto podemos servir a Ele.  Uma celebridade ou um dignitário, sempre esperam que as pessoas os sirvam em suas necessidades.  Mas quando Jesus veio Seu propósito era servir aos outros.  “Pois nem mesmo o Filho do homem veio para ser servido, mas para servir e dar a Sua vida em resgate por muitos.”  (Marcos 10:45). 

Ele Se tornou acessível.  Por um tempo, Deus – na pessoa de Jesus Cristo – Se tornou tão semelhante a nós quanto possível.   “Pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-Se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo o tipo de tentação, porém, sem pecado.” (Hebreus 4:15). 

Questões Para Reflexão ou Discussão  

Como você explica ou define o verdadeiro sentido do Natal?
Qual o impacto que o Natal causa em sua empresa ou organização, nas atitudes e mesmo no humor das pessoas com quem você trabalha?
Você acha que nós como sociedade nos afastamos muito do significado do Natal tal como apresentado na Bíblia?  Ou a base original para essa celebração anual permanece forte?  Explique sua resposta.
Qual percepção acerca de Deus, entre as ensinadas através da história bíblica do Natal é mais importante para você?  Que outros princípios ou lições ela nos ensina para aplicar na vida diária bem como no trabalho?

Nota:  Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos:  Miqueias 5:2;  Mateus 2:1-12;  Lucas 2:1-20;  João 3:16. 

Próxima semana tem mais!


MsC. Jean Luiz Correia Baraúna
Baraúna Consultoria Contábil
Contato: (73) 3613-7771/99133-1845/98869-3561/99949-7771
Medite: “Pais Que Levam Seus Filhos à Igreja, Não Vão Buscá-los na Cadeia”

0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Tecnologia do Blogger.