Saber-Literário

Diário Literário Online

De Geddel e vaso-ostentação - Zuenir Ventura

Postado por Rilvan Batista de Santana 26/11/2016

De Geddel e vaso-ostentação
Zuenir Ventura

Houve tempo em que se chamava de “mal de coluna” o tormento do espaço em branco que os colunistas têm de preencher regularmente. Hoje é o contrário. Neste quase final de ano, houve hiperinflação de temas e personagens, o que dificulta a escolha. Só no quesito escândalo, como decidir entre Cabral, Garotinho, Geddel, Renan, entre outros? Pra começar, fico com o poderoso secretário de Governo e velho amigo de Temer, por ter causado a renúncia e a denúncia do colega da Cultura. Antes, ele já afrontara os bons costumes e o teto constitucional ao dizer que não abriria mão de um centavo nos R$ 51.288,25 que recebe por mês graças ao acúmulo de salário e aposentadoria. Depois, sempre zeloso de seus interesses, Geddel Vieira resolveu agir contra a decisão do Iphan de embargar a construção do prédio em que comprara um apartamento. Ele fez então o que chamou de “ponderação” e que Marcelo Calero classificou de “pressão” — tanta que preferiu deixar o ministério. O presidente manteve Geddel no cargo, mesmo depois que a Comissão de Ética da Presidência abriu processo contra ele, o que funciona como um aviso para os que ficam: quando Geddel “ponderar”, é melhor concordar.

Como não há espaço para comentar as outras más notícias, escolhi a que não é a mais importante, mas a mais pitoresca, revelada pela coluna de Lauro Jardim: o vaso sanitário eletrônico ou privada-ostentação da ex-primeira dama do Estado do Rio Adriana Ancelmo. O leitor (ou leitora) não sei, mas eu nunca experimentei uma igual, e olha que já frequentei alguns dos vasos sanitários mais chiques daqui e de outros países — e os piores também. Já tive que me submeter ao “boi”, o incômodo e anti-higiênico buraco no chão que Sérgio Cabral está sendo obrigado a usar agora, coitado.

Embora sem testar o produto, o repórter Marco Grillo leu, perguntou muito a respeito e nos deu detalhes numa espécie de manual de uso para possíveis interessados. A privada tem assento com temperatura regulada para os dias de frio, tem jato de água com pressão variável para a higiene e para a massagem (!), e controle remoto para acionar o mecanismo. E tudo pela bagatela de 500 dólares ou menos de R$ 2 mil, à venda nas boas casas do ramo ou pela internet. Como gosto de ver o lado bom das coisas, fiquei me perguntando se atrás desse supérfluo sonho de consumo não haveria uma bem intencionada ação de preservação ambiental.

Quem sabe a compra dessa parafernália eletrônica não terá sido para dispensar papel higiênico que, como se sabe, ajuda a devastar nossas florestas?


O Globo, 23/11/2016

0 comentários

Postar um comentário

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Patrono

Patrono

Google Visualizações

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Todos os nossos textos, abaixo, estão licenciados no Creatve Commons.
Tecnologia do Blogger.