Saber-Literário

Diário Literário Online

O MENDIGO E RICO MORREM- João Batista de Paula

Postado por Rilvan Batista de Santana 25/09/16

O MENDIGO E RICO MORREM

A vida é algo mais do que aquilo que os nossos olhos veem -  João Batista de Paula

Precisamos aprender e ampliar nossos conhecimentos à respeito das culturas material, espiritual e racional, para conhecermos a essência de nossas vidas, o encantamento e o desencantamento do que somos, porque vivemos, para onde vamos, ou mais.

Vamos observar a vida de um rico, cheio de bens, posição social, cheio de boa aparência, movimentação bancária, festas e eventos sociais. Oba, oba, dos vários segmentos da sociedade que participamos. Um rico dotado de segurança eletrônica e humana, além de possuir veículos brindados a prova de balas.

 E de repente:  “Suicida-se!”.

Porque vai ficar endividado, porque sua família vai perder a posição social, porque as instituições financeiras  vão tomar tudo que ele tem, porque vai perder os bens, seus patrimônios. Esta é uma das argumentações  do rico, que justifica em carta deixada aos parentes,   por tirar a própria vida.

 Agora observe o mendigo, vivendo de  catar no lixo  a comida, sem lenço e sem documento, ele vive sem eira e nem beira para sobreviver, quando não vive pedindo  esmola pelas ruas e praças da cidade.


Um coitado! Sujo e imundo, sem teto, um vivente à margem da sociedade, sem nenhum encantamento. Ele  vive feliz, na sua insignificância  de não  possuir tantos bens materiais. E ninguém jamais  ouviu dizer que “ o mendigo resolveu se suicidar, porque era mendigo, porque era pobre de bens”. Ele vive no meio de nós; e a maioria goza de boa saúde, boa amizade ao nível dele.

Morrer de jeito, nenhum, jamais tirando a própria vida... Mendigo esperto, feliz, sábio. ELE SABE QUE UM DIA VAI MORRER, NÃO PRECISA ANTECIPAR A MORTE DE SEU CORPO.


Realmente, a vida é algo mais do que aquilo que os nossos olhos vêem. Neste sentido, o conhecimento da cultura racional, conhecer a verdade dos encantamentos, conhecer  a razão de viver e o porquê, para sermos limpos, puros e cristalino como um diamante lapidado.


É preciso amar e voltarmos ao sentimento inicial da vida bela, porque nossa passagem neste plano terrestre como mendigo ou como rico é,  realmente, cheia de verdades que vem além da nossa visão comum de querer ser e ter.


Vale a pena conhecer nosso ser, nosso eu, nossa origem e fonte de vida, buscar o conhecimento e a razão racional, para obter uma imunização da vida  em que vivemos e compreender dentro de um conhecimento a nível elevado porque nascemos, crescemos e morremos, mendigos, ricos ou mais.

 O corpo humano é uma renovação!


O corpo humano quando deixa de ter o sopro de vida, se torna um corpo que perde sua finalidade de ser; e vai ser devorado por insetos, vermes e germes, dando origem a outras vidas. É um desencantamento... A vida.

1 Responses to O MENDIGO E RICO MORREM- João Batista de Paula

  1. MESTRE, RILVAN BATISTA DE SANTANA. QUASE QUE PERDO DE VISUALIZAR ESTE CONTEXTO. NA VERDADE, VI AGORA.
    OBRIGADO PELA PUBLICA~]AO DE MINHA REFLEXÃO... SUBJETIVA.
    AMEI A ILUSTAÇÃO.
    QUE DEUS RECOMPENSE O AMIGO PELO ACOLHIMENTO...
    PAZ E BEM.
    JOÃODEPAULA.

     

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Machado de Assis, o bruxo das palavras.

ENEM: Os Gêneros Literários

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfis

Perfis
Eglê S. Machado e Antônio Cabral Filho - coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

Seguidores

ABL

R. Letras

ALITA

DP

Tecnologia do Blogger.