Saber-Literário

Diário Literário Online

QUAL A ITABUNA QUE QUEREMOS?- Andirlei Nascimento Silva

Postado por Rilvan Batista de Santana 13/08/2016

ARTIGO: QUAL A ITABUNA QUE QUEREMOS?
Andirlei Nascimento Silva–advogado, especialista em Direito do Trabalho; pós-graduado em Processo do Trabalho; ex-presidente da Subseção de Itabuna da OAB-Ordem dos Advogados do Brasil. Email: andirleiadvogado@hotmail.com

Em 28 de julho de 1910, foi emancipada a nossa cidade, do município de Ilhéus, com o registro de Pedra Preta, depois, como Itabuna.

Revendo a história da nossa cidade, contada em versos, prosas e romances, verificamos que a mesma se originou de árabes, e, principalmente de sergipanos que saíram das suas terras em busca do eldorado, já que a seca no nordeste, naquele momento, fazia flagelos. Por aqui, àqueles que chegavam, alguns se preocupavam em ser caixeiro-viajante enquanto que outros se dedicaram a agricultura, no desbravamento de terras para o plantio de cacau, e, também, em serem “jagunços”.

Como se tratava de zona fronteiriça, a exemplo do que ocorre em qualquer lugar do mundo, foram travadas muitas lutas e muita violência, onde prevalecia a Lei do Mais Forte, com invasões de terras e muitas mortes em busca do ouro branco chamado cacau. 

Mas, ao longo da história da nossa cidade, tivemos homens que até hoje devem ser lembrados pelo respeito a este pedaço de chão. Homens públicos que com suas administrações, marcaram o nosso município. Devido ao comprometimento administrativo deles, Itabuna passou a ser a terceira cidade do Estado, em termos de desenvolvimento socioeconômico. Itabuna era orgulho dos itabunense.

Na década de 1990, com a crise do cacau, gerada pelo advento da vassoura de bruxa e por outros fatores, Itabuna passou a viver um estágio de estagnação. Em alguns aspectos, lamentavelmente, até retrocedeu. Essa grave doença, que surpreendeu o sul da Bahia, trouxe desânimo e empobrecimento socioeconômico em nosso meio, e criou uma onda de pessimismo.

Em meio a esse cenário desfavorável, o Centro Administrativo Firmino Alves foi ocupado por figuras que não tiveram preocupação e nem compromisso com o desenvolvimento desta terra, frustrando o cidadão que é quem, com o suor, esforço e seus impostos, verdadeiramente, constrói esta terra. 

Itabuna, era descrita por todos como cidade bonita e progressista, passou a ser uma cidade mal administrada, suja, feia, abandonada, verdadeiro palco de violência urbana. Recentemente, chegou ao primeiro lugar em casos de crimes contra nossos jovens e adolescentes em todo o país. Como um verdadeiro paradoxo, enquanto se constrói presídios se fecham escolas. Até quando este estado de coisa irá continuar?

Este é um ano singular para todos nós. Chega mais uma eleição municipal e deveremos escolher mais um gestor e os nossos vereadores. Itabuna precisa se reencontrar no caminho do desenvolvimento político, cultural e social.

E o nosso voto é o maior instrumento que temos e poderemos mudar, mais uma vez, a história desta terra.

Fonte: Facebook

0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Tecnologia do Blogger.