Saber-Literário

Diário Literário Online

Como vejo as cores! - Antonio Nunes de Souza*

Postado por Rilvan Batista de Santana 06/07/2016

Como vejo as cores!
Antonio Nunes de Souza*

Cada pessoa tem suas manias ou maneiras de raciocinar, algumas vezes adquiridas por ensinamentos através de conversas ou leituras, outras vezes, são traçadas em função da personalidade, ambiente vivido, ou criação peculiar e própria! O fato é que esse comportamental existe, até entre muitos que nem perceberam ainda que, tudo isso faz parte da sua vida. Agem naturalmente, não fazendo ligações, pois já se transformou em rotina!

Eu, depois que vi há mais de quarenta anos o filme “Um dia, um gato”, onde as questões das cores eram bem acentuadas, passei também a me utilizar desse sistema multe cromático para cada ocasião, ou estado de espírito que achava-me envolvido!  
Como é de praxe e, praticamente, oficializado, sempre dizemos e repetimos que “está tudo azul” quando as coisas estão indo bem, sem problemas, melhor do que esperávamos, etc., essa cor é meiga por natureza, nos deixando calmos, serenos, sorridentes e felizes!

Já o amarelo, cor brilhante do sol, tem o poderio de nos deixar tensos, um tanto ameaçados mesmo sendo uma cor singela, com uma tonalidade fraca e, para mim, um tanto tapeadora! É como o sorriso denominado de amarelo, que é aquele sem graça, que não sabemos exatamente o que está por traz dele. Tenho medo quando sou agraciado por um sorriso desse, pois não consigo distinguir o que pensa a pessoa que está me dando! Tomo logo minhas cautelas!
Com o vermelho então, este me sinaliza “perigo” de alguma forma, proceder pisando em ovos, tomar maiores precauções e tentar usar um pouco de branco para ver se a coisa fica cor de rosa. Embora seja uma cor viva e forte, me deixa mortificado de medo e fraco nas reações. Como se diz no popular: com um pé na frente e outro atrás!

O preto, que poucos sabem, significa uma poderosa cor. Pois, muitos pensam ao contrário, erroneamente, isso dele. O branco sim é incolor completamente, já o preto é mais que poderoso, sua mistura com as cores básicas citadas acima, formam milhares de outras cores, transformando o mundo numa aquarela invejavelmente maravilhosa. Mas, com todo esse poderio, geralmente quando as coisas não estão indo como desejamos ou queremos, somos obrigados a dizer que: as coisas estão pretas! Nessas horas temos que tomar todos tipos de precauções, mudar os planos, passar para o plano B ou C, desde que haja uma mudança no desenrolar do quadro!

Essas quatro cores são as básicas para a formação de todas as outras cores, através de suas misturas. Então...basta que eu me restrinja a opinar sobre elas, demonstrando a minha visão das cores, com relação a minha convivência nos atos e fatos!


*Escritor – Membro da Academia Grapiúna de Letras – AGRAL – antoniodaagral262hotmail.com


0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Tecnologia do Blogger.