Saber-Literário

Diário Literário Online

A lagartixa de João Victor - R. Santana

Postado por Rilvan Batista de Santana 17/05/2017

A lagartixa de João Victor


R. Santana


O meu Pituquinha, agora, é homem, “vovô, eu sou homem!”, então, “vovô, eu sou macho!” rio pra me acabar, o fedelho tem 2 anos e um mês de idade, mas já tem ranço de “machão”, cismou com uma lagartixa que a partir das 18:00 horas, sai de sua “casa” e fica passeando na parede da nossa antessala, quando nos aproximamos, ela volta de onde veio.  Não é como a lagartixa de Kafka em “Metamorfose”, que das frestas do seu quarto acompanhava o movimento de sua casa e dos seus familiares. É uma lagartixinha que mede uns 7 ou 8 centímetros da ponta do rabo às ventas e que parece conhecer João Victor, pois fica toda serelepe quando ouve sua voz infantil, ele grita: “bichinho vem cá!!!”, aí, a lagartixinha vira a cabecinha pra um lado e pra outro, os seus olhinhos esféricos olha-o de cima pra baixo e com o rabinho abanando vai situar-se noutro lugar, mas não lhe perde de vista.


            Não poucas vezes, nesse horário, estou sentado na poltrona diante da TV, alquebrado do dia a dia, quando meu Pituquinha puxa-me à força para ver a lagartixinha e na casa do sem jeito obedeço: “levanta, vovô!”, lá vou eu até a antessala e de mão espalmada bato na parede e repito as ordens de Vitinho: “vem cá bichinho!”, “vem cá bichinho!”, “vem cá bichinho, João Victor quer lhe falar!”, mas a lagartixinha não vem, fica só de olho... Doidice? Não, inocência!


            Vitinho andou cedo, mas a fala demorou um pouco mais, quando tinha 10 meses, sua linguagem não passava de: “nhan”, “papá”, “mamã”, “vô” e “Vavá”, depois da brinquedoteca, são flagrantes o seu desenvolvimento físico, afetivo e intelectual. Hoje, ele está mais desinibido, fala que só um papagaio e expressa com clareza sua vontade:


            - Vamo pu pu vovô? – um convite ao pula-pula, então, quando ele quer sair de casa:


            - Pissear, vovô! Pissear vovô! Pissear vovô!... – quando sua avó não se encontra, ele pergunta pelo nome:


            - Cadê Vanda, vovô? Vanda saiu! Vanda saiu! Vanda saiu!... – ou, quando o pai ou a mãe não se encontra:


            - Cadê papá John!? Cadê papá John!? Cadê papa John!?... – ou,


            - Cadê Anne!? Cadê Anne!? Cadê Anne!? – Se a situação é de medo ou de risco...


            -Vavá, o véio pega! Vavá, o véio pega! Vavá Vanda, cadê o véio? O véio sumiu!...


            - Vovô, fogo! O fogo queima! Vovô, o fogo queima!!!


            Vitinho repete o tempo todo, as músicas da escolinha, com arte e afinação de gente grande:


           


- Macha Sodado/ Cabeça de papé/ Se não machá direito/ Vai preso por quarté/ O quarté pegou fogo/ A poliça deu siná/ Acorda acorda acorda/ A bandera nacioná...




Sua coreografia de marcha encanta a todos. Mas, quando a cantiga é meu lanchinho, sua arte de dizer é mais apurada, acho que ele canta com o estômago:




- Meu lanchinho, meu lanchinho / Vou comer, vou comer / Pra ficar fortinho / pra ficar fortinho/ E crescer! E crescer!!!




A lagartixinha de meu Pituquinha está cada vez mais saída. Ela não se contenta passear só na parede principal, ela percorre as quatro paredes da antessala com movimento e perspicácia, às vezes, quase lambe o dedinho de Vitinho que se espicha nos degraus da grade para tocá-la, mas a danadinha quando percebe que sua presença está próxima, abana o rabinho e foge pela frincha do forro, aí, João Victor me puxa pelo braço e determina que eu bata na parede com a mão espalmada e torne chamar a ingrata da lagartixa pelo nome de “bichinho”:


- Desce bichinho! Desce bichinho! Desce bichinho! Desce que João Victor quer lhe falar! – a safadinha lhe faz pouco caso e sobe ainda mais, lá de cima parece lhe desafiar:


- Venha me pegar menino bonito! Venha me pegar menino bonito! Venha me pegar menino bonito!... – Vitinho parece que lhe entende:


- Pega bichinho vovô! Pega bichinho vovô! Pega bichinho vovô!...




Autor: Rilvan Batista de Santana


Licença: Creative Commons

1 Responses to A lagartixa de João Victor - R. Santana

  1. GARATO INTELIGENTE.
    PRESENTE DE DEUS.
    EXCELENTE CONTEXTO PROFESSOR E ESCRITOR RILVAN BATISTA DE SANTANA.
    JOÃODEPAULA

     

Postar um comentário

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Patrono

Patrono

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Todos os nossos textos, abaixo, estão licenciados no Creatve Commons.
Tecnologia do Blogger.