Saber-Literário

Diário Literário Online

NDÍCIOS DE GENIALIDADE - Gerson Avillez

Postado por Rilvan Batista de Santana 15/06/2016

INDÍCIOS DE GENIALIDADE
publicado por Gerson Avillez

Como identificar um gênio? A pergunta que muitos se fazem pode ser respondida pela ciência na busca por indícios, características estas o qual separo 16 nesse breve artigo que examina a possibilidade de alguém ser um genuíno gênio.

Ainda que para ser inteligente não haja uma fórmula precisa muitos buscam compreender qual centelha move uma pessoa se tornar um gênio. Os testes de Qi uma vez compreendidos como limitados pois ampla é a gama da inteligência nos leva a questionar se há um padrão por de trás da inteligência, o que leva a surgir um Da Vinci, Einstein ou um Tesla? Para elucidar isto os cientistas conseguiram lograr êxito ao identificar uma série de indícios que nos permite traçar o típico perfil de um gênio, e creia não é nada muito conhecido por ser normal. Abaixo separo uma série desses itens identificados, lembrando que naturalmente não seria um fator isolado, mas o conjunto dele que denotaria indícios de genialidade.

1 - Bondade: Ainda que não seja uma lei - afinal leis no âmbito psicológico não existem - há um padrão claro que indicar que o quanto for mais elevada a inteligência mais essa pessoa tende a defender causas sociais como o pacifismo, um exemplo seria William James Sidis considerado um dos homens mais inteligentes que já viveu na Terra, assim como Albert Einstein (pacifista nato), Stephen Hawking e tantos outros. A verdade é que a maldade aparenta ser fruto de intelectos inferiores. Para tanto Beethoven chegou afirmar que “não existe verdadeira inteligência sem bondade.”

2 – Xingar muito: Fato que boa parte dos gênios são conhecidos por ter temperamento, muitos gênios são de fato geniosos quanto a coisas que consideram idiotas assim como sem paciência, natural que assim muitos deles sejam declinados a xingar conforme o estudo demonstrou.

3 – Você vive na bagunça: Organização e ordem não são nomes muito presentes no dicionário dos gênios que muito menos são normalmente disciplinados, a habilidade incomum da inteligência parece, sobretudo ter vocação de achar tudo em meio a um caos que são suas coisas assim como muitas vezes na sua turbulenta vida pessoal aos estudos de criações a descobertas.

4 - Você gosta de beber: Na quarta posição podemos constatar que igualmente pessoas com declinação a genialidade tem a tendência de adquirir vícios e cometer excessos e não por menos estudiosos perceberam que um de seus prediletos é o da bebida assim como o uso de drogas.

5 – O som de pessoas mastigando irrita você: Na quinta posição o barulho de bocas ruminando e outros ruídos similares são normalmente uma fonte de irritação para a peculiar cepa da genialidade.

6 – Hábito de falar sozinho: O hábito de falar sozinho para ciência pode favorecer o aumento da inteligência assim como ser sinal de genialidade. Numa experiência realizada fora colocado pacientes que tinham de procurar um produto, um grupo sem nada falar e outros sussurrado o que desejava. A resposta por conseguinte é que o grupo que falava sozinho encontrava os itens primeiro, em menos tempo que o grupo calado.

7 – Você se distrai facilmente com o celular: Estudos realizados indicam que pessoas inteligentes tendem a ficarem mais alheias num celular, certo que isso hoje é muito comum, mas de qualquer modo ainda assim a presença disto em pessoas mais inteligentes são mais, digamos, predominantes.

8 – Você não costuma dormir cedo: A indisciplina tão comum aos gênios se estende a um hábito não menos incomum, o de ter predileção por dormir tarde ou ficar de madrugada acordado. Muitos foram os gênios que viraram noites em seus projetos e experimentos para reafirmar esse padrão.

9 – Seus cadernos e suas agendas são cheios de rabiscos: O hábito de rabiscar tem relação comum entre gênios e artistas, de Van Gogh a Picasso os exemplos são fartos e tem relação com o ato de colocar pra fora seus pensamentos de forma espontânea.

10 - Tendência a ser mais solitários: Muito comum observar gênios que são reclusos, vivem, normalmente sozinhos em casa trabalhando em seus projetos do que optar por ter muitos relacionamentos e uma vida social agitada. Um dos homens mais inteligentes de todos os tempos, Willaim James Sidis, chegou a dizer que a vida perfeita deveria ser em reclusão, e não por menos ele passou toda o resto de sua vida sozinho.

11 - Ter olhos azuis: Por mais absurdo que soe a cor dos olhos, para a ciência, pode ser um indicativo de genialidade, pessoas com olhos azuis costumam ser inteligentes.

12 - Gostar de seios grandes (ou tê-los): A preferência por seios grandes por pessoas inteligentes tem uma relação com a ideia de tentar passar seus genes adiante pelo fato de que ser fartos alimentariam melhor seus descendentes, assim como a firmeza de seios grandes, para mulheres, tem uma relação com melhores condições cerebrais.

13 - Hobby inócuos: Muitos dos gênios fora constatado que possuíam hobby nada especiais ou peculiares, mas totalmente bobos. De Stephen Hawnkins que praticava escalada e escrevia livros infantil a Albert Einstein que velejava e tocava violino.

14 - Objetivos incompreendidos: Sabe aquele cara nerd cujas preferências são "estranhas" para a maioria? A história da genialidade sempre em seu começo é subestimada pelo que aparenta ser buscas incoerentes, como por exemplo o criador da tabela periódica John Alexander Newlands que fora motivo de deboche na época em que a criou assim como os ridicularizados irmãos Wright, ou ignorados como Gregor Mendel descobridor das bases genéticas.

15 - Como se sabe o estranho permeia a genialidade de modo que muitos gênios eram reconhecidos por serem estranhos e (ou) excêntricos. Doenças como transtorno de déficit de atenção, hiperatividade, ou TOC (Transtorno obsessivo-compulsivo) são exemplos comuns entre gênios.

16 - Castidade: Para finalizar a lista um dos itens mais incomuns entre pessoas mais inteligentes: o ato de não ser dado a promiscuidade. O fato é que a ciência comprovou que a testosterona inibe a inteligência de modo que pessoas mais inteligentes possuem menos testosterona. Num estudo realizado nas melhores universidades americanas demonstrou que o grupo mais inteligente era o que menos tinha relações sexuais de modo que cerca de 45% ainda eram virgens. A explicação podem ser várias como a autopreservação de DSTs ou por serem mais reclusos, o fato é que brinquedos sexuais para solitários(as) costumam vender mais perto de universidades.


Fontes: Hypescience e Liverse

http://lounge.obviousmag.org/esquina_do_obvio/2016/06/indicios-de-genialidade.html

GERSON AVILLEZ

Graduando em pedagogia, bacharel em teologia. Conservador moderado de direita com tendências anarcopacifistas como crítica à corrupção e abusos de poder, e asperger por natureza. Homo Kaber Viven, natural do Rio de Janeiro. Hominídeo bípede de hábitos onívoros e graduando teologia. A pedra no rim do capeta, o dragão na garagem dos pseudos, a pulga atrás da orelha de Nietzsche, o calo nos pés do mau vidente. Membro do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica) Autor de 20 livros até 2015 de Corpus Ad Ventus sua Magnus Opus. Convido-os a curtir minha página no facebook: www.facebook.com/Filoversismo.



0 comentários

Postar um comentário

Este blog contribui para cultura e informação?

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

ALITA

DP

Tecnologia do Blogger.