Saber-Literário

Diário Literário Online

Arrancaram-me da África - Lourival Piligra Júnior

Postado por Rilvan Batista de Santana 15/06/2016

Arrancaram-me da África

Fui vendido como escravo
E lançado no porão
Na miséria fiz morada
Pelourinho foi meu salão
Conheci a liberdade
Conheci a solidão
Conheci a malvadeza
Conheci a ingratidão
Fui trocado por migalha
Por um saco de feijão
E o meu corpo foi marcado
Cicatriz da escravidão
Arrancaram-me de lá
Mas de lá nunca sai
Vim sem saber navegar
A minh’África é aqui
Sei que um dia irei voltar
Pra de novo então sorrir
N’África quero morar
E dela jamais sair
Fui mordido pela cobra
Da injustiça de outro irmão
A senzala foi meu reino
De completa escuridão
Conheci a dor na pele
Conheci a imensidão
Conheci a cor do sangue
Conheci a escravidão
Fui marcado pelo ferro
Do Senhor da embarcação
E fugindo da miséria
Do quilombo eu fiz nação
Arrancaram-me de lá
Mas de lá nunca sai
Vim sem saber navegar
A minh’África é aqui
Sei que um dia irei voltar
Pra de novo então sorrir
N’África quero morar
E dela jamais sair.

Autor: Lourival Piligra Júnior

0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Tecnologia do Blogger.