Saber-Literário

Diário Literário Online

Ninguém merece - Zuenir Ventura

Postado por Rilvan Batista de Santana 18/04/2016

Ninguém merece
Zuenir Ventura

As alternativas não são animadoras: Dilma permanecer com seus malfeitos ou Michel Temer tornar-se presidente e Eduardo Cunha virar vice.

Até 2014, o Brasil aparecia no ranking dos países mais corruptos do mundo empatado com Burkina Faso, Bósnia, Índia, Tunísia e Zâmbia. Era o paraíso da corrupção e da impunidade, onde só pobre, preto e puta iam para a cadeia, como se dizia. Aí surgiu a Operação Lava-Jato, comandada por um juiz desconhecido, que inverteu essa má fama, promovendo a maior investigação criminal da nossa história, aprovada por 70% dos brasileiros, segundo o Datafolha, e elogiada internacionalmente pelo britânico “Financial Times" e pelos americanos “Fortune” e “Foreign Policy", além do prêmio anual da Global Investigations Review.

Entre seus feitos estão a descoberta de R$ 42,8 bi de dinheiro desviado; R$ 6,4 bi de propinas; R$ 21,8 bi de pedido de ressarcimento; R$ 2,9 bi de dinheiro recuperado, R$ 659 mi de repatriado e R$ 2,4 bi de valores bloqueados. E a prisão não apenas de corruptos, mas também de corruptores, entre os quais altos executivos das maiores empreiteiras do país e da Petrobras. Quanto aos políticos envolvidos, há uma chamada “lista maldita”, onde entre os 12 senadores e 22 deputados estão os presidentes das duas casas legislativas. Era muito interesse contrariado.

Diante desse poderoso elenco, é natural que houvesse revide por parte dos atingidos e simpatizantes. Primeiro as críticas, algumas pontuais e merecidas, como ao passo em falso dado pelo juiz no episódio em que permitiu tornar público o grampo do telefonema de Lula para Dilma, um erro que, coisa rara, foi admitido junto com um pedido de desculpas ao STF. Mesmo assim, o erro foi logo transformado em crime por uma campanha de desmoralização do autor, que chegou a ser acusado de responsável pelo desemprego no país, não por um militante irresponsável, mas pelo ex-presidente Lula. Sua biografia foi reescrita com a inclusão de falsos dados e acusações infundadas para fazer de Sérgio Moro um candidato a vilão. Mas a tentativa de golpe mesmo contra a Lava-Jato estaria no Congresso.

“A sociedade precisa ficar atenta”, adverte o procurador da República no Paraná Rodrigo Chemin, que teme mudanças importantes no Código Penal neste “momento conturbado”. Estudioso do tema, ele acha que o Brasil corre o risco de repetir a Operação Mãos Limpas, quando as leis foram mudadas para evitar que os políticos corruptos continuassem a ser alcançados. No entanto, para felicidade geral da nação, um ministro do STF garantiu à coluna de Ancelmo Gois que a Lava-Jato não acaba tão cedo.

Mesmo assim, a sociedade precisa ficar atenta, porque as alternativas não são animadoras: Dilma permanecer com seus malfeitos ou Michel Temer tornar-se presidente (o discurso já está pronto) e Eduardo Cunha virar vice. Ninguém merece.


O Globo / ABL

0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Tecnologia do Blogger.