Saber-Literário

Diário Literário Online

COMO SERÁ O AMANHÃ? Sônia Carvalho de Almeida Maron*

Postado por Rilvan Batista de Santana 08/04/2016

COMO SERÁ O AMANHÃ?
Sônia Carvalho de Almeida Maron*

O maniqueísmo demodèe do governo, o discurso pobre e disparatado do “eles” e  “nós” já esgotou a tolerância  do povo brasileiro.  Nós, os brasileiros, somos um povo extraordinário,  tendo como um dos símbolos a bandeira verde e amarelo e  muitas estrelas brancas enfeitando  uma esfera azul. Independentes e lúcidos, capazes de pensar.  Vivemos em uma sociedade livre,  pluralista, fraterna e sem preconceitos, iluminada pelo sol tropical que aquece todos igualmente;  são palavras inspiradas no preâmbulo da nossa Constituição, sob o pálio da igualdade e justiça como valores supremos.

O povo brasileiro não pode e não deve reconhecer o “discurso” separatista e desconectado, repetitivo e vazio da dirigente sempre iniciado com a expressão “ a gente” e inventando tempos verbais esquisitos como “grampia”, corrigido apressadamente para “grampeia”, em pronunciamento através de rede nacional de TV. Qualquer brasileiro que não seja totalmente imbecil percebeu que o ato falho denunciou o hábito dos diálogos com o “chefe”  que popularizou a linguagem de botequim nos “discursos” políticos, pontuados de expressões chulas e gestos pouco recomendáveis para alguém que se diz líder de um povo. O povo brasileiro não é analfabeto funcional e nem deseja enterrar o idioma português. É muito fácil comparar a postura de Obama, Ângela Merkel, Macri, Holande e outros chefes de governo com nossos eventuais e transitórios dirigentes: os estadistas citados não expõem seus países ao ridículo quando abrem a boca.

O povo brasileiro, todo o povo brasileiro é, sim, uma elite: ninguém, neste Brasil abençoado, pode dizer que é branco, negro ou amarelo. Seria uma piada de mau gosto no país da “casa grande e senzala”. Nossa grandeza e progresso cultural e econômico decorrem da miscigenação das nossas matrizes africana, portuguesa,  indígena e de tantas outras etnias que enriqueceram nossos Estados do Sul e Sudeste com sua força-trabalho,  entusiasmo, tradições e costumes que se agregaram à nossa formação. Nossa cidade é um exemplo desta afirmação, com as colônias libanesa e portuguesa integradas à história da formação do povo grapiúna, secundadas por afro-descendentes e índios.

E agora aparecem pessoas que não conseguiram entender que a fraternidade, a igualdade e a liberdade prevalecem como fórmula para  superação e preferem fomentar  o ódio entre as classes sociais, como se a classe média e os mais abastados fossem inimigos da “classe trabalhadora”. A palavra de ordem é execrá-los, até porque eles esquecem que os empregos oferecidos por nossos empresários e comerciantes  movimentam a economia e garantem a dignidade e o sustento através do trabalho. Com a palavra nove milhões de desempregados que o “Brasil para todos”, com sua “ matriz econômica” oferece como meta de governo.

Posto isso, com todas as preces da Semana Santa para o juiz Sérgio Moro, para que não se transforme em mártir, como o juiz italiano Falcone, da Operação Mãos Limpas, na Itália, o que acontecerá em nosso amanhã sem líderes? Será que da abençoada Operação Lava Jato, que acordou o Brasil para .o gigantesco rompimento da barragem moral e ética dos políticos e mega-empresários do nosso país, vai sobrar alguém? O que será de nós, as vítimas, os brasileiros decentes, que estão declarando seus rendimentos neste mês de março sem fraudes e recursos contábeis desonestos? Quais serão as leis, os regulamentos, os critérios que passarão a reger o país que há muito tempo caminha sem rumo?  É a pergunta que angustia e espanta o sono de todos os brasileiros que não encheram os bolsos com o dinheiro da corrupção. Felizmente são muitos. Se tiverem coragem podem mudar o Brasil. Principalmente os brasileiros que pertencem ao Super Poder e são considerados covardes por pessoas que dependem do seu julgamento.

* Sônia Carvalho de Almeida Maron - Presidente da Academia de Letras de Itabuna - ALITA


Fonte:  ALITA

0 comentários

Postar um comentário

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Patrono

Patrono

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Todos os nossos textos, abaixo, estão licenciados no Creatve Commons.
Tecnologia do Blogger.