Saber-Literário

Diário Literário Online

Lula comanda grande manifestação em defesa de Dilma Rousseff em São Paulo

Postado por Rilvan Batista de Santana 19/03/2016


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a assumir o papel de líder operário nesta sexta-feira, em São Paulo, ao comandar uma grande manifestação em defesa do frágil governo da presidente Dilma Rousseff, ameaçada pelo impeachment.

Vestido com uma camisa vermelha e no alto de um caminhão, Lula, 70 anos, foi ovacionado por milhares de pessoas na Avenida Paulista, no principal ato em defesa do governo, organizado em São Paulo.


"Lutamos para derrubar o regime militar, para conquistar a democracia, e não vamos aceitar mais nenhum golpe neste país", declarou Lula para a multidão reunida na Paulista.
"Quando a presidente Dilma ganha, eles, que se dizem social-democratas, pessoas evoluídas, estudadas, eles não aceitam o resultado e faz um ano e três meses que eles estão atrapalhando a presidenta Dilma a governar este país", afirmou, sendo ovacionado pelos simpatizantes.
"Eu vim para ajudar a Dilma a fazer aquilo que tem que ser feito neste país: este país precisa voltar a crescer, este país tem que ter uma sociedade harmônica, este país precisa voltar a entender que democracia é a convivência da diversidade", prosseguiu.
Milhares de pessoas se manifestaram em apoio à presidente Dilma e a Lula, suspeito de crimes como ocultação de patrimônio e lavagem de dinheiro, dias após um protesto que levou milhões às ruas para pedir a saída da presidente.
Em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e diferentes cidades do nordeste - reduto eleitoral de Lula - simpatizantes pró-governo, com bandeiras vermelhas do Partido dos Trabalhadores e cartazes de apoio a Dilma, foram às ruas.
Segundo cifras da polícia, divulgadas pela imprensa na noite desta sexta-feira, as manifestações de apoio a Dilma e Lula levaram 267 mil pessoas às ruas de 55 cidades brasileiras. Segundo os organizadores, 1,2 milhão de pessoas participaram dos atos.
"Não ao golpe!", repetiam os participantes, em alusão ao processo de impeachment de Dilma, que já é discutido no Congresso.
A esquerda busca fazer sua própria demonstração de força, após a impressionante mobilização de três milhões de brasileiros que pediram, no domingo passado, a saída da presidente Dilma.
O frágil governo Dilma marcou uma vitória nesta sexta-feira, quando um tribunal anulou a segunda liminar que bloqueava a tomada de funções do ex-presidente como ministro chefe da Casa Civil. Segundo a imprensa, no entanto, um juiz do interior de São Paulo acatou uma terceira liminar.

Manifestações versus votos

"Lula, guerreiro do povo brasileiro!", repetiam os manifestantes na Avenida Paulista, centro financeiro de São Paulo, onde a polícia usou jatos d'água e bombas de efeito moral para retirar 150 manifestantes contrários ao governo que ocupavam a via desde a quarta-feira.
Os organizadores da marcha pró-governo - PT, Central Única de Trabalhadores (CUT) e diversas organizações sociais - pretendem reunir pelo menos cem mil pessoas em São Paulo, menos de 10% do 1,4 milhão que desfilou no domingo para criticar o governo.
"Cem mil pessoas na Paulista seria um número extraordinário", admitiu o presidente do PT de São Paulo, Emidio de Souza. "Estamos em um momento em que está se criminalizando a ação política. Este movimento [opositor] está dando espaço a grupos nazifascistas", acrescentou.
A polarização da sociedade brasileira gera o medo de incidentes.
"Não acho que o governo caia, mas se isto acontecer, vai haver violência nas ruas. Não podem invalidar os votos de 54 milhões de brasileiros por um milhão que saia na Paulista", disse à AFP João Francisco Brum, um advogado de 30 anos, vestindo roupa vermelha e com um adesivo na camisa, com os dizeres "Abaixo o golpe, Não ao impeachment".

Fonte: Yahoo Notícias










0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Tecnologia do Blogger.