Saber-Literário

Diário Literário Online

Lúcifer - ascensão e queda do Anjo da Luz!
[A queda do homem e a astúcia de Lúcifer!]
Lúcifer - ascensão e queda do Anjo da Luz!
Lourival pereira Piligra júnior













1. O homem, viva semelhança
E imagem da criação,
Reflexo pleno de Deus
Esculpido por sua mão,
No paraíso vivia,
Longe de dor, de agonia,
Do sofrimento e da morte,
Em companhia de Eva
Uma vida eterna leva
Protegido contra a sorte!

2. Ali, sem qualquer pecado,
Viviam sempre felizes
Longe de usura, ameaça,
E dos pequenos deslizes,
Contemplando o paraíso
Mergulhado no sorriso
Eterno do criador,
Sem conhecer sofrimento,
Desprezo, morte e lamento,
Mergulhados no amor!

3. Mas, Lúcifer, disfarçado
De uma maldosa serpente
Sobre a árvore da vida
Observa calmamente,
Adão contemplando o céu
E Eva cumprindo o papel
Da mulher que a terra enfeita,
Livres de qualquer pudor
Imersos no puro amor
Da eternidade perfeita!

4. Lúcifer se aproximou
De onde Eva descansava,
Na sombra da árvore santa
Onde o próprio mal velava
E o bem e todo o saber
Que o homem poderia ter,
Fonte certa do pecado;
A serpente então faz Eva
Experimentar da treva
Comendo o fruto sagrado!

5. Chama Adão para comer
E também poder provar
Do fruto doce e maduro
Desta árvore singular,
Ambos provam da doçura
Do saber, da formosura,
E tudo o que nela ponha,
Mas, de repente, do nada,
Frente aquela escolha errada,
Nasce neles a vergonha!

6. Lúcifer foge sorrindo
Do paraíso ferido,
Enquanto Deus sente a dor
Do seu filho mais querido,
Busca Adão no seu jardim
Ele se esconde, por fim,
Com vergonha do que fez;
Não sabe que se perdeu
Frente a frente com seu Eu,
Nu, pela primeira vez!

7. Deus então logo falou:
“Cometeste grande falta,
Pois, Eu tão bem te avisei,
E o vazio por fim te assalta
Como um pecado cruel,
Quiseste chegar ao céu
Desafiando a teu Pai:
Pensaste que nada sei?
Tu descumpriste uma lei
E ao fazer isso me trai!”

8. “Tu por mim serás banido
E com Eva viverás,
Se quiseres ser feliz
A terra trabalharás,
Tirando o suor do rosto
Pagando assim, teu imposto
Ao mal que a mim quis fazer,
E por teu Pai ter traído
E ao teu Pai não ter ouvido:
Viverás para sofrer!”

9. “E tu, mulher forte e bela,
A quem a Adão seduziu,
[Pura, esperta, possuída],
Que sem medo me traiu
Ouvindo a negra serpente,
Lúcifer, Anjo indecente,
Malfeitor que ao céu inflama;
Por isso tu vais parir;
E por teu gesto sentir
Toda a dor da raça humana!”

10. “Do meu jardim sairão,
Sobre a terra irão vagar,
Levando o peso nas costas,
A marca atroz, singular,
Dura pena pela queda
Tendo que forjar moeda
Jogando o jogo da sorte,
Para na vida crescer
E depois de aqui sofrer
Dormir nos braços da morte!”


Fonte:
Autor: lourival pereira piligra júnior

0 comentários

Postar um comentário

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Patrono

Patrono

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Todos os nossos textos, abaixo, estão licenciados no Creatve Commons.
Tecnologia do Blogger.