Saber-Literário

Diário Literário Online










Lúcifer - ascensão e queda do Anjo da Luz!

 Lourival Pereira Piligra Júnior
(Ao retorno de Deus e a convocação dos anjos!]
1. O Pai retorna e convoca
Uma divina assembleia;
Em teu ser um só desejo
Uma transcendente ideia:
“Dividir com o seu filho
Reflexo do intenso brilho,
O seu trono divinal;
Seu filho e belo Jesus
Gerando no Anjo da Luz
A negra inveja mortal!”
2. Os Anjos foram trazidos
E diante do esplendor
Que do Pai logo explodiu
Todos viram seu valor,
Seu poder fenomenal,
Deus imponente e imortal
Com sua luz tudo abarcando
E até mesmo o Anjo da Luz
Teu ser ao solo conduz
De joelhos se humilhando!
3. Deus [então] logo anuncia
Quem seria seu sucessor;
A quem todos, sem ressalva,
Deveriam dá valor
E aos seus pés se curvar;
Pois Jesus iria reinar
Sobre a terra e sobre o céu
Encarnação da pureza,
Um Senhor da natureza
Que transformou vinho em mel!
4. Jesus, bela encarnação
Do divino e do sagrado,
Reflexo pleno de Deus,
Livre de todo o pecado,
Ao seu lado sentaria
E só Jesus saberia
Da criação, o seu mistério,
Reinando sobre os demais
Interpretando os sinais
Da matéria ou do etéreo!
5. Lúcifer, ali calado,
Escuta tudo e conspira,
Alimentando o pecado
E a traição que o inspira;
Com ódio do ilustre Pai,
Dividindo o que subtrai
Aquilo que um dia sonhou,
E por seu filho Jesus
[Ao perfeito Anjo da Luz]
Injustamente trocou!
6. Lúcifer agora queima
Em ódio regado a inveja,
No silêncio do teu ser
Contra Deus ali pragueja,
De joelhos, humilhado,
Por outro agora trocado
No seu risível papel,
E por isso ele trabalha
Imaginando a batalha
Contra Deus no imenso céu!
7. Em pensamentos mergulha:
“Haverei de ser Senhor
E o teu trono um dia herdar
Conhecerás meu valor
E tudo o que sou de bom,
Do eterno conservo o dom
Da matéria transformar,
Por isso afirmo em tropel
Seja na terra ou no céu
Eu haverei de reinar!”
8. “A minha própria assembleia
Convocarei sem demora,
A ninguém devo servir,
A ninguém minh`alma implora,
Sou fruto do mais sagrado
O meu lugar ao seu lado
Em tudo seria melhor,
Mas, até Deus, também erra,
E troca o céu pela terra
Escolhendo o que é pior!”
9. Neste instante o grande Pai
Onisciente de tudo
Indaga à turba divina
E o céu permanece mudo;
Ninguém deseja se opor
Ao soberano Senhor
Numa luta, besta, inglória,
Batalha sem qualquer nexo,
O curvo gera o convexo
Na trama louca da história!
10. Lúcifer se afasta agora
Consumido em seu pecado;
Deseja mais do que todos
Iniciar seu reinado
E totalmente indeciso
Se esconde no paraíso
Articulando o seu plano:
Induzir à traição
A mais bela criação
De Deus: o inocente humano!

0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Tecnologia do Blogger.