Saber-Literário

Diário Literário Online

A POSSE EM UM CAMPO DE PAZ- Sônia Carvalho de Almeida Maron

Postado por Rilvan Batista de Santana 01/03/2016

A POSSE EM UM CAMPO DE PAZ- Sônia Carvalho de Almeida Maron



            No dia três do mês de fevereiro, aconteceu a posse da dirigente maior da instituição de ensino superior que constitui o patrimônio que, após a derrocada do cacau, restou à região cacaueira, ou Região Sul da Bahia, a UESC.  O auditório Governador Paulo Souto, do Campus Soane Nazaré de Andrade, transformou-se em um jardim de rosas amarelas para receber Adélia Maria Carvalho de Melo Pinheiro, reconduzida ao cargo, sem oposição, em chapa única oferecida para legitimação da comunidade universitária. Os aplausos recebidos, de pé, pelo público presente à cerimônia, quando a Doutora Adélia Pinheiro pisou o tapete vermelho que conduzia ao palco, foi a consagração demonstrada por seus pares, alunos, comunidade universitária no sentido mais amplo e seus conterrâneos que encontram na UESC o alento para acreditar, ainda, que temos um futuro.
            É o peso da responsabilidade de guardiã das nossas esperanças que os ombros aparentemente frágeis de uma mulher recebem.  A cerimônia de posse do reitor, em nossa universidade, tem um simbolismo próprio: lembra a concretização do ideal de todos os sonhadores que lutaram por sua implantação e posterior reconhecimento como integrante da educação superior do Estado, única solução, à época, para sua sobrevivência.
            Cumpre registrar os oportunos e justos aplausos aos ex-reitores, gestores que exerceram o honroso múnus com dignidade e competência,  o Prof. Aurélio Farias de Macedo,   a Profª Renée Albagli Nogueira, reitora por duas gestões consecutivas e o Prof. Joaquim Bastos, também Reitor por duas gestões. Lembrado foi o nome do Reitor pro tempore, não mais entre nós, Altamirando Cerqueira Marques, no difícil período de transição, que antecedeu  a  primeira reitoria eleita da UESC.
            Ainda bem que tantos sonhos foram confiados aos ombros aparentemente frágeis de uma mulher, repito. Não se enganem. Os ombros de uma mulher bonita, elegante, dona de contagiante simpatia, doutora em medicina, exercendo a liderança incontestável de uma instituição genuinamente grapiúna,  suportam qualquer peso, não estão expostos às fraturas provocadas pelos sistemas políticos e não se curvam aos interesses voláteis do poder.
            É necessário lembrar que a expectativa de todos está voltada para o oferecimento da matéria prima que o Estado encaminha às Universidades, qual seja um ensino fundamental e médio de excelência, possibilitando o fortalecimento e a eficiência da educação superior. Mais importante, ainda, é que o professor seja reconhecido como a peça fundamental da complexa engrenagem da vida social.  
            Cumprido o formalismo acadêmico da investidura no cargo, integrou-se à cerimônia a homenagem prestada à poetisa Valdelice Soares Pinheiro, professora fundadora da Universidade de Santa Cruz. A sensibilidade do Prof. Ruy do Carmo Póvoas imprimiu à leitura do Poema de primavera e paz o feitio de oração, conduzindo o público a repetir os versos, um a um, como se a voz suave da poeta apresentasse a todos sua visão da nossa casa de ensino superior:

                              Este é um campo de paz.
                                    Aqui, de todos os dedos
                                    brotarão sementes
                                    e flores próximas
                                    anunciarão novos olhos,
                                    novos passos,
                              nova luz
                                    e uma ternura nova sobre o mundo.

            Valdelice acreditava que na UESC soa

                           o beijo irmão
                                da palavra que sabe
                                o gesto leite
                                do poder que cria.

             E todos nós, que acompanhamos a trajetória da Universidade Santa Cruz, acreditamos nisso. O breve e significativo ato foi encerrado com rosas brancas oferecidas à Profª Adélia Maria, lançadas ao público e oferecidas a três ex-alunas e docentes da casa.
             O pronunciamento da Reitora reeleita obedeceu ao formalismo acadêmico como mensagem da gestora que conduziu o mandato com sabedoria e equilíbrio, sem esquecer, como filha legítima da região, a história da criação da FESPI, o momento mágico de união entre Itabuna e Ilhéus, sob a liderança de Soane Nazaré de Andrade. As lideranças das cidades irmãs, unidas pelo mesmo ideal, conseguiram transformar um sonho ousado em realidade. Todos sabem, mas sempre é bom continuar registrando na esperança que ocorram outros momentos de união e vitória. Aqueles que acreditam que a educação é o único caminho para a redenção de um país vibraram quando a voz serena e firme da Reitora revelava a emoção referindo-se ao compromisso, mais uma vez assumido, de conduzir uma das casas de ensino superior da Bahia, ressaltando que considera as universidades estaduais os alicerces de sustentação do Estado, do que decorre a necessidade de preservá-las das intempéries que perturbam a trajetória de independência e crescimento.
            Resta esperar que a mensagem de Valdelice Soares Pinheiro alcance consciências e ações no sentido de que as universidades sejam efetivamente transformadas em “campos de paz onde surgem novos olhos, novos passos, novas luzes e uma ternura nova sobre o mundo”

Sônia Carvalho de Almeida Maron


                                                                                                                                          
                                             Ex-aluna do Ginásio Divina Providência
                                            Ex-aluna da FESPI
                                            Profª aposentada da UESC
                                            Presidente da Academia de Letras de Itabuna - ALITA

Fonte: ALITA
                                               

0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Tecnologia do Blogger.