Saber-Literário

Diário Literário Online

100 anos de José Soares Pinheiro (Pinheirinho)

Postado por Rilvan Batista de Santana 09/03/2016

VEJA O QUE DIZ O CARDIOLOGISTA JAIRO XAVIER, A RESPEITO DE UMA PUBLICAÇÃO NOSSA NO FACEBOOK, SOBRE OS 100 ANOS DO NASCIMENTO DE JOSÉ SOARES PINHEIRO (PINHEIRINHO)

 “Itabuna hoje é uma terra de ninguém. Em grande parte, isto se deve a péssimos gestores, em sucessão, culminando em uma acefalia gerencial e administrativa atual.
Desnecessário dizer que, todos os maus gestores foram escolhidos democraticamente pelo povo, d'onde se conclui que agora todos colhem os frutos plantados pela maioria.
Nomes como José Soares Pinheiro e Albuquerque Amorim, foram preteridos em detrimento de políticos populistas, demagogos e despreparados, que se diziam populares e aclamados como "Pais da pobreza" isto porque entravam na casa dos pobres, comiam da panela de barro e trocavam o voto por 03 telhas de Eternite, um paletó lascado atrás ou uma dentadura.
Pinheirinho, como era conhecido, era um empresário 30 anos a frente do seu tempo, entre seus muitos empreendimentos, construiu com recursos próprios, em uma de suas fazendas, uma hidroelétrica, que iluminava e movimentava as máquinas do seu agronegócio e cuja energia excedente, ele cedia gratuitamente e iluminava s cidade de Una, cumprindo assim um importante papel de responsabilidade social. Nunca se candidatou a nada, naquela cidade, era filantropia pura e da boa.
Vi ainda muito jovem, na Praça Adami, no início da década de 70, um comício do Albuquerque Amorim, em que ele montou duas imensas telas na praça, e em dupla projeção, expôs em uma destas telas, gráficos da produção de cacau do Sul da Bahia e suas tendências futuras, onde já alertava, naquela época de ouro do cacau, o que teria que ser feito para evitar as crises que viriam e o empobrecimento da região, que aconteceria, se aquelas medidas não fossem tomadas. Na outra tela, com dados alfa numéricos, ele explicou de maneira espetacular, o que os gráficos mostravam. Eu tinha quinze anos, saí maravilhado do comício, pena que não tinha idade para votar, tentei convencer alguns adultos a apoiar aquele admirável e elegante homem, esforço em vão.
Desnecessário dizer que, todas as suas projeções se cumpriram, com epicentro no fim da década de oitenta, 20 anos depois. Bingo!
Do exposto, dá pra ter pena de nós, "pobres Itabunenses? ". Não!
Importante dizer que, os "esquerdistas" calçaram nestes dois homens a carapuça ou pecha de "ricos e elitistas" desconstruindo assim suas imagens, frente ao populacho...
Cada povo tem o governo que merece e cada governo tem a cara do seu povo.
A semeadura é facultativa, mas a colheita é obrigatória.
Pinheirinho, Amorim, meus caros, de onde estiverem, estarão ou penalizados ante a pobreza moral e intelectual deste povo Grapiúna, ou resgatados e reconhecidos, em hostes mais elevadas.
Obrigado, por seus exemplos de vida, que também contribuiu para a formação daquele jovem Grapiúna de 15 anos.” Jairo Xavier
Cardiologista Jairo Xavier



Fonte: Expressaounica

0 comentários

Postar um comentário

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Patrono

Patrono

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Todos os nossos textos, abaixo, estão licenciados no Creatve Commons.
Tecnologia do Blogger.