Saber-Literário

Diário Literário Online

Poema de amor - José Gil

Postado por Rilvan Batista de Santana 08/01/2016

A meu amor com saudades de Agosto na Damaia, Solange amor maior
coloco os coentros ao sol como eu 
nos bancos do jardim da praceta 
antes de subir a escadaria de pedra 

fugi dos carros para as cenouras e 
os pepinos – estraga-me a auto-estrada 
não é lenta como o amor, fico assim 
com o meu sol o grito interior 
e o grito exterior e a respiração do 
pinheiro quente e do musgo ainda 
perto "da lareira" por dentro da folha de papel 

de mansinho digo dobra-te só este sol encanta 
os peões como as palavras pequenas 

José Gil (autor português)

0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Tecnologia do Blogger.