Saber-Literário

Diário Literário Online

NARCOS - Texto de Raquel Rocha (*)

Postado por Rilvan Batista de Santana 21/11/2015

Imagem: Google
 NARCOS 

 A série gira em torno do traficante colombiano Pablo Escobar retratando sua vida desde que ele era apenas um contrabandista até se tornar um dos homens mais ricos do mundo e depois um dos mais procurados. A história é narrada pelo agente da Narcóticos Stephen Murphy, um policial que está cansado de correr atrás de vendedores de cocaína em Miami e, após ter seu parceiro assassinado, resolve ir para Colômbia para combater o problema na origem.

A série mostra um embate de forças, entre o narcotráfico, a polícia colombiana e a intervenção americana. O traficante Pablo Escobar chegou a comandar 80% do comércio mundial de cocaína e em 1987 foi eleito pela revista Forbes o sétimo homem mais rico do mundo.

Escobar subornava policiais, juízes e políticos. Quem não o obedecia por dinheiro, o fazia por intimidação. Pablo tinha helicópteros, lanchas, fazendas, centenas de imóveis,. Financiava times de futebol e construía casas populares. Pablo queria ser visto como Robin Hood.

Pablo comandou o Cartel de Medellín, uma rede de traficantes de drogas muito organizada que operava em diversos países, como Bolívia, Peru, Canadá, Estados Unidos, Honduras e países da Europa. Estima-se que o cartel chegou a faturar cerca de 60 milhões dólares por dia.

Apesar de tanto dinheiro e poder, a vaidade de Escobar o levaria a ruína. Pablo Escobar sonhava em se tornar presidente da república. Começou a aparecer na mídia, dava muitas entrevistas e tanta visibilidade levou a investigação da origem da sua fortuna.

Quanto mais se sentia acuado, mais violento Pablo se tornava. Enquanto era investigado e perseguido pela polícia,  ele liderou uma verdadeira guerra na Colômbia. Ele enviava cartas para as pessoas ameaçando-as caso não fizessem o que ele queria. O traficante mais poderoso do mundo corrompia, intimidava e mandava executar todos que se opunham a ele. Escobar explodiu um avião da Avianca e prédio de segurança de Bogotá, ambos em 1989. É acusado de mandar executar metade dos juízes da corte colombiana. Ele usava a expressão Plata o Plomo, ("dinheiro ou chumbo") para dizer que ou a pessoa o obedecia e recebia dinheiro, ou lhe desobedecia, e morreria.

Agora me responda: O que esperar de uma série com um personagem como esse, com a direção de José Padilha e interpretação de Wagner Moura? O resultado é simplesmente fantástico! Os episódios são longos, duram mais de uma hora, mas você simplesmente não consegue desgrudar os olhos da tela da TV nem deixar de assistir o episódio seguinte.

A série foi produzida pela Netflix, que disponibilizou a primeira temporada com 10 episódios toda de uma vez no dia 28 de agosto. E a experiência de assistir a temporada inteira sem pausas aumenta mais ainda nosso envolvimento com a história.

Claro que ia dar o que falar uma série americana, gravada na Colômbia, dirigida por um brasileiro. Mas, polêmico mesmo, seria o fato de um ator brasileiro e não um colombiano ser escolhido para interpretar Escobar. Qualquer um seria massacrado nessa posição. Qualquer um menos Wagner Moura, que tem carisma e competência fora do comum. Para interpretar Pablo Escobar, Wagner Moura engordou 20 kg e foi Morar na Colômbia meses antes de começar as gravações, com o objetivo de melhorar seu espanhol. Em Narcos a interpretação de Wagner Moura foi, simplesmente, memorável.

Outros destaques da série são os atores: Boyd Holbrook como o agente da DEA, Sthephen Murphy e Pedro Pascal como Javier Peña seu parceiro e Maurice Compte como Horacio Carrillo.

Figurinos, músicas, cenários e objetos recriam com excelência a Colômbia das décadas de 70 e 80. Narcos tem classificação de 16 anos e eu sugiro que sigam a classificação. A narrativa é a mesma de Tropa de Elite, em primeira pessoa, antecipando os acontecimentos.

Narcos é uma série inteligente, cheia de ação, intrigas e reviravoltas. Com personagens fortes e narrativa pulsante, vai ser difícil não arrebatar você até o último episódio.

(*) Raquel Rocha - Economista, Comunicóloga, Cinéfila, Psicanalista e Especialista em Saúde Mental e Membro da Academia de Letras de Itabuna-ALITA.

0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

ALITA

DP

Tecnologia do Blogger.