Saber-Literário

Diário Literário Online

A parábola do administrador Lc 16, 1-8

Postado por Rilvan Batista de Santana 06/11/2015

A parábola do administrador 
Lc 16, 1-8
 
Jesus disse aos seus discípulos: 
- Havia um homem rico que tinha um administrador que cuidava dos seus bens. Foram dizer a esse homem que o administrador estava desperdiçando o dinheiro dele. Por isso ele o chamou e disse: "Eu andei ouvindo umas coisas a respeito de você. Agora preste contas da sua administração porque você não pode mais continuar como meu administrador." 
- Aí o administrador pensou: "O patrão está me despedindo. E, agora, o que é que eu vou fazer? Não tenho forças para cavar a terra e tenho vergonha de pedir esmola. Ah! Já sei o que vou fazer... Assim, quando for mandado embora, terei amigos que me receberão nas suas casas." 
- Então ele chamou todos os devedores do patrão e perguntou para o primeiro: "Quanto é que você está devendo para o meu patrão?" 
- "Cem barris de azeite!" - respondeu ele. 
O administrador disse: 
- "Aqui está a sua conta. Sente-se e escreva cinqüenta." 
- Para o outro ele perguntou: "E você, quanto está devendo?" 
- "Mil medidas de trigo!" - respondeu ele. 
- "Escreva oitocentas!" - mandou o administrador. 
- E o patrão desse administrador desonesto o elogiou pela sua esperteza. 
E Jesus continuou: 
- As pessoas deste mundo são muito mais espertas nos seus negócios do que as pessoas que pertencem à luz.
 
Comentário do Evangelho
O Reino de Deus é o reino
da partilha
 
Temos aqui uma parábola exclusiva de Lucas. Ela é estruturada com muitos detalhes, a partir da imagem de um administrador que procura fazer amigos lesando a fortuna de seu patrão. Ele não rouba para si, mas dispõe da riqueza do patrão em favor de terceiros. A mensagem da parábola está em fazer o bom uso da riqueza. Toda acumulação de riqueza é injusta. Esta acumulação sempre resulta da exploração de terceiros. O Reino de Deus é o reino da partilha. A sua justiça implica o empenho de que esta riqueza esteja a serviço de todos, particularmente dos mais necessitados. 
 
Oração
 

Pai, torna-me esperto em relação às coisas do Reino, e sempre misericordioso no trato com o meu semelhante, pois é assim que alcançarei a comunhão contigo. 
Fonte:www.paulinas.org.br 
 

0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

ALITA

DP

Tecnologia do Blogger.