Saber-Literário

Diário Literário Online

Ter um Emprego Melhor ou Fazer um Trabalho Melhor? Por Robert Tamasy

Postado por Rilvan Batista de Santana 27/10/2015

Ter um Emprego Melhor ou Fazer um Trabalho Melhor?
Por Robert Tamasy

Quando você tem um emprego que aprecia, não importa o lugar que você ocupa no organograma da empresa ou o degrau em que está na escada corporativa - ir trabalhar é um prazer.  Você se levanta pela manhã ansioso para voltar ao ambiente de trabalho, entusiasmado com as oportunidades e desafios que vai encarar. 

Mas, e quando você tem um emprego do qual não gosta?  E se o seu trabalho é 1) aborrecido, 2) nada desafiador, 3) estressante, 4) não compensador financeiramente, ou 5) não o deixa realizado?   Nesse caso, levantar e pensar em ir trabalhar não é agradável, mas algo que lhe assusta.  Você se encontra atraído pela “grama mais verde” do outro lado da cerca, ou olhando através da janela do escritório e imaginando como seria trabalhar em outro lugar com uma atmosfera melhor, maior compensação e benefícios, ou mais apreciação por parte de seus superiores. 

Algumas vezes tais sentimentos são uma indicação de que está na hora de atualizar o seu currículo, polir suas habilidades para entrevistas e começar a explorar outras oportunidades.  Entretanto, e se o senso de oportunidade não estiver correto?  E se o emprego estiver escasso e as chances de encontrar um trabalho melhor sejam bem pequenas?  Você não tem outra escolha, a não ser aceitar sem se queixar, como dizem, resignando-se com jornadas de trabalho cheias de infelicidade e frustração?

O falecido Charles “Tremendous” Jones, um homem de negócios, escritor e orador motivacional, lidou com esse dilema quando fez a seguinte observação:  “Não tente obter um emprego melhor, faça um trabalho melhor.  Faça um trabalho melhor e você terá um emprego melhor!”

Esse aviso parece ir contra a lógica:  Se não gostamos do nosso trabalho, como  fazê-lo com paixão e excelência?   Mas, na realidade, ele faz todo sentido.   Se nós resolvermos a fazer o nosso melhor, nosso “máximo”, então poderemos nos surpreender e descobrir o quanto uma situação aparentemente ruim pode melhorar. 

Posso pensar em diversas ocasiões em minha carreira quando meu “tempo” parecia estar chegando ao fim onde eu estava trabalhando, embora eu não tivesse outras opções de emprego e soubesse que simplesmente pedir demissão não fazia nenhum sentido.  Eu poderia ter deixado a insatisfação dominar e me dispor a fazer um trabalho inferior, mas um versículo da Bíblia me ajudou a manter o foco.  Colossenses 3:23 diz:  “Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens.”  Meditando nessa passagem, me lembrei de que o meu “patrão” era Deus, e não a pessoa que estava sentada no escritório do CEO. 
Estes são mais alguns conselhos que a Bíblia dá sobre como lidar com as situações do trabalho tipo “não ideal”: 

Permaneça fiel, não importam as circunstâncias.  Quase todo mundo pode ter um desempenho excelente quando as condições de trabalho são ótimas, mas às vezes somos testados por Deus para ver se escolhemos ser diligentes e confiáveis onde estamos, antes que Ele nos destine uma nova tarefa.  “Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é desonesto no pouco, também é desonesto no muito.”  (Lucas 16:10). 

Faça tudo o que puder no lugar onde está.  Ás vezes, evocamos grandes visões acerca do que poderíamos fazer para Deus, se estivéssemos em outro lugar.  Mas como alguém sabiamente observou, “Se não estivermos dispostos a servir a Deus onde estamos, como poderemos serví-Lo onde não estamos?”  Efésios 2:10 diz:  “Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as  quais Deus preparou antes para nós as praticarmos.”       

Questões Para Reflexão ou Discussão  
1. Em uma escala de um a dez, como você avaliaria o seu atual emprego?  Por que você lhe dá essa pontuação?
2. Honestamente, você diria que quando está trabalhando realiza o seu trabalho com o melhor de suas habilidades?  Explique sua resposta.
3. Qual sua reação diante da sugestão de Charles Jones: ao invés de procurar um emprego melhor, faça um trabalho melhor – e talvez no processo você descubra que já tem um emprego melhor?
4. O que lhe vem à mente quando lê a afirmação de Jesus, “Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito”?  Você acredita que Deus recompensará a nossa fidelidade em cumprirmos com nossas responsabilidades apesar das circunstâncias?  Por quê?
Nota.:  Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos Provérbios 14:23; 22:29;  Eclesiastes 3:1-3;  Filipenses 3:12-14;  Colossenses 3:15-17.  
Próxima semana tem mais!


MsC. Jean Luiz Correia Baraúna
Baraúna Consultoria Contábil
Contato: (73) 3613-7771/9133-1845/8869-3561/9949-7771/8127-5976
Medite: “Pais Que Levam Seus Filhos à Igreja, Não Vão Buscá-los na Cadeia”

0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Tecnologia do Blogger.