Saber-Literário

Diário Literário Online

ABANDONARAM JESUS E EU - João Batista de Paula- Escritor e Jornalista.

Postado por Rilvan Batista de Santana 25/08/2015

ABANDONARAM JESUS. E EU.

Imagine Eu! Pobre mortal, que vai ficar só osso. Leia se tem coragem e acredite se for capaz. Cruz credo! Me deem crédito. Sou do Bem. - João Batista de Paula- Escritor e Jornalista.

O mais importante é ... É ser feliz... É.. ter Deus... É ...ter Saúde... É ... ter Dinheiro.

Já perdi os dentes, mas não deixo de rir e de gargalhar. Já perdi alguns cabelos, mas não deixo de ir ao cabeleireiro.Já perdi alguns banquetes, mas não deixo de ter o melhor na minha casa.

Já perdi  meu emprego, porque o patrão avisava todo dia: “ o seu trabalho ou suas fotos no face”. Então,  preferi ficar com minhas fotos engraçadas e horripilantes. 

A vida é feita de escolhas. Escolho ser feliz, apesar das pedradas e dos falsos elogios dos amigos e, principalmente, daqueles que se dizem meus inimigos.

Na verdade, os melhores amigos que  estavam  dia e noite com o divino amado mestre Jesus Cristo:  o negaram e abandonaram nas horas em que ele mais precisava. Imagine eu! Que de santo não tenho nada, apenas, umas fotos hilárias do meu humor, às vezes, mal  dito.

Os convites estão  chegando  em minha casa após a data do evento, com validade vencida. Com justificativas fajutas... Só   recebo flores murchas...Olha que amo  as flores.

As pessoas marcam de me pegar para passear de carrão e na data combinada somem e não dão nenhuma satisfação. Cruz credo! Imagine se eu andasse pedindo alguma coisa a ninguém. Nem para enterro de anão estão me convidando! Mais eu não ligo, não.

Quando o defunto é famoso, só me avisam depois que enterraram o corpo do mesmo. Pra eu não ir envergonhar o defunto, porque faço fotos de brincadeiras.

Quando vou algum festim caseiro, solicitam que eu entre pelas portas do fundo, ou pelo buraco do muro.  Não me convidam mais nem para a festa e nem balada  de anônimos.

Nem me convidam mais para a feijoada da imprensa. Essa eu nunca fiz questão e me dá é indigestão. 

Os meus  amigos, bons amigos, amigos do peito, alegam  que telefonam e não conseguem falar comigo, nem para me pagar o que me devem.

 O mais engraçado é que os cobradores me acham com a maior facilidade e todo mundo sabem onde eu moro. Moro bem e não me escondo!. Não queriam que eu estivesse presente. Isto sim.

Esses  dias fui numa clinica medica, a secretaria que antes me admirava, teve que pedir silêncio, só por causa do assedio de poucos amigos que La encontrei. Gente! Vamos rir mais. Eu não sou cobrador de ônibus, mas sou passageiro.

Os coveiros estão doidos para taparem meu buraco. Um vexame! O entregador de jornal  diz que deixa o jornal em minha casa e não consigo achar o mesmo para ler. Não acho o papel  nem na caixa de correspondência e nem no chão como as propagandas de algumas empresas ou políticos. Olha que eu nem me importo em ler jornal velho.

Nem para chorar em velório estão me chamando mais. Na verdade, prefiro chorar de alegria  e gratidão ; e de amor à vida, rir mais. O povo da  comunicação, televisão e do rádio não me chamou mais para uma entrevista. Eu sempre estava concedendo uma entrevista aqui, outra acolá. Acho que a fama, a boa fama, nem sempre põe mesa e nem cama, mas incomoda muita gente. 

Sou tão humilde, tão simples, nem me importo com a ostentação de quem quer que seja, nem do brilho do vaga-lume  e nem do poder do prefeito.  Levo minha vida  sossegada, como pouca gente.

Uns estão me  aplaudindo e outros estão me  detonando, porque deixei de ser aquele jornalista que falava a verdade e só elogiava quem, realmente, merecia. Mudei de estilo, agora estão pensando que estou morto. ó coitados!... Graças a Deus tenho meu equilíbrio financeiro e emocional. É claro, a minhoca virou cobra.

Gente! Estou apenas colocando em pratica, com meu humor em foto, o que aprendi cedo: “ Quem não aparece, não é lembrado”; “ Quem não arrisca, não petisca”.

Só que as pessoas, principalmente, aqueles que se diziam meus amigos, só estão  lembrando de mim depois do comes e bebes. Não acho ruim, não.

Uns amigos são tão engraçados que tem a cara de pau em perguntar: “Onde você se encontrava? Nunca mais vi você”. Eu  tenho que dizer:” Virei amigo virtual de outros”.

Meu deus! A lista dos meus amigos somava a casa dos dois mil. Hoje ficou reduzida a meia dúzia. E olhe Lá... Olha meu dedão...Médio.

Sabe o que aprendi e o que valorizei? Que o mais importante é ser feliz, é ter Deus, é ter Saúde, é ter Dinheiro.  Hoje moro em mansão, tenho um carrão, não levo carão. E estou do  Jeito que o Diabo Gosta...

Viajo pra aqui, pra acolá. E logo estarei numa viagem internacional divulgando meus livros e o meu Humor. Simples assim. É assim que eu Sou.

Não sei para que roupa de etiqueta, se o melhor da vida a gente faz é nu. Agora sim fiquei sem cu, como é que eu cago, simples, assim, cagarei para todos. Tô nem aí. 


Nota Editorial:

“Amigo de verdade é aquele que diz o que você precisa ouvir, não o que você quer ouvir. Ele arrisca a amizade pelo seu bem!” – Autor Desconhecido

1 Responses to ABANDONARAM JESUS E EU - João Batista de Paula- Escritor e Jornalista.

  1. OBRIGADO PELO ESPAÇO CULTURAL.
    OBRIGADO PELA NOTA EDITORIAL.
    OBRIGADO PELA ATENÇÃO E AMIZADE,
    OBRIGADO PELO PAINEL DE LETRAS.
    OBRIGADO PELA APRENDIZAGEM.
    E ASSIM VAMOS VIVENCIANDO O AMOR A VIDA.
    A VIDA QUE DEUS NOS DEU.
    VIDA BOA.
    VIDA QUE CABE A CADA UM DE NÓS SER DIGNO E GRATO.
    JOÃO BATISTA DE PAULA.:

     

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Tecnologia do Blogger.