Saber-Literário

Diário Literário Online

A linguagem das parábolas

Postado por Rilvan Batista de Santana 24/07/2015

A linguagem das parábolas 
Mt 13, 10-17
 
Os discípulos aproximaram-se e disseram a Jesus: “Por que lhes falas em parábolas?” Ele respondeu: “Porque a vós foi dado conhecer os mistérios do Reino dos Céus, mas a eles não. Pois a quem tem será dado ainda mais, e terá em abundância; mas a quem não tem será tirado até o que tem. Por isto eu lhes falo em parábolas: porque olhando não enxergam e ouvindo não escutam, nem entendem.
Deste modo se cumpre neles a profecia de Isaías:'Havereis de ouvir, sem nada entender.Havereis de olhar, sem nada ver.Porque o coração deste povo se tornou insensível. Eles ouviram com má vontade e fecharam seus olhos, para não ver com os olhos, nem ouvir com os ouvidos,nem compreender com o coração,de modo que se convertam e eu os cure'.Felizes são vossos olhos, porque veem, e vossos ouvidos, porque ouvem! Em verdade vos digo, muitos profetas e justos desejaram ver o que estais vendo, e não viram; desejaram ouvir o que estais ouvindo, e não ouviram”.
 
 
Comentário do Evangelho
Felizes os que ouvem a
Boa-Nova de Jesus
 
Esta proclamação da bem-aventurança daqueles que vêm e ouvem a Boa-Nova de Jesus é encontrada também no evangelho de Lucas. Aqui, em Mateus, ela está inserida na explicação da parábola do semeador; em Lucas ela vem após o retorno dos setenta e dois discípulos enviados em missão na Samaria, complementando a exultação de alegria de Jesus seguida do louvor ao Pai, pelas coisas que são reveladas aos pequeninos (cf. 4 dez.).
A palavra "bem-aventurado" é uma tradução do grego makários, frequentemente traduzido também por "felizes". O conteúdo do termo é o de um estado de felicidade decorrente da comunhão com Deus. Mateus reúne oito bem-aventuranças no início de seu Sermão da Montanha e Lucas reúne quatro no sermão da planície. Várias outras bem-aventuranças estão espalhadas ao longo de seus evangelhos, destacando-se, particularmente, aquelas que contemplam Maria como mãe de Jesus. Marcos, em seu evangelho, não usa esta palavra. João a usa apenas por duas vezes: "Sabendo destas coisas, vós sereis bem-aventurados se as praticardes" (Jo 13,17) e "...bem-aventurados aqueles que não viram e creram" (Jo 20,29). Esta bem-aventurança de João completa a bem-aventurança de hoje, em Mateus: se os que conviveram com Jesus, o viram e ouviram, são bem-aventurados, os que vieram depois, no decorrer do tempo, também são bem-aventurados pela fé com que reconhecem a presença de Jesus vivo entre eles, no próximo e na comunidade.
 
Oração

Pai, dobra a dureza do meu coração que me impede de ouvir e compreender a palavra de teu Filho. Faze-me penetrar nos mistérios do Reino escondido nas parábolas.
Fonte:www.paulinas.org.br   

0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

ALITA

DP

Tecnologia do Blogger.