Saber-Literário

Diário Literário Online

Um homem chamado Clovis Nunes de Aquino! Antonio Nunes de Souza*

Postado por Rilvan Batista de Santana 16/06/2015

Um homem chamado Clovis Nunes de Aquino!
Antonio Nunes de Souza*

Parafraseando o título de um filme famoso, que conta a história de um homem fantástico e guerreiro que se dedicou a uma comunidade indígena de corpo e alma, começo então, pela similaridade de comportamento, essa comparação que serve apenas para ser mais enriquecedora, para que eu possa fazer uma síntese de quem foi esse nosso “homem chamado CLOVIS NUNES DE AQUINO!”
Se faz necessário que eu faça um pequeno preâmbulo, justificando a minha ousadia de escrever algo a respeito de homem que, honrosamente, o tive como sogro por 45 anos da minha vida:
Sou Membro da Academia Grapiúna de Letras – AGRAL, ocupo a cadeira 26 cujo patrono é José Nunes de Aquino (meu saudoso tio Juquinha) e sou também membro do Rotary Clube de Itabuna há 45 anos e, Clovis Nunes de Aquino foi um dos seus fundadores há 74 anos, sendo ele o último que ainda estava vivo. Assim sendo, suponho que, seguramente, não poderia deixar de me pronunciar somente por essas duas razões. Mas, essas, embora importantes e dignas de admirações, são e representam apenas moléculas do que foi CLOVIS NUNES DE AQUINO na travessia e caminhada da sua invejável vida!
Se meu querido e saudoso tio Juquinha estivesse vivo, certamente teria feito um belíssimo discurso de despedida para seu irmão casula, como sempre fazia para muitos amigos e também nos eventos outros de nossa cidade. Tinha o dom da palavra com maestria e competência. E eu, como o modesto representante dele, tenho a obrigação de levantar essa bandeira, marcando com palavras de amor e carinho, a partida desse homem que muito representou em nossa vida e na comunidade itabunense!
Clovis Nunes de Aquino foi um pai exemplar, um marido fiel e digno, um avô meigo e carinhoso, irmão que apoiou todos cuidando do patrimônio deixado por seu pai, trabalhador incansável, culto, grande admirador da cinematografia, além de ser um homem que sempre estava pensando em implantar novas técnicas, utilizando seus conhecimentos agronômicos e de vários estudos atualizados. Vale dizer que, não podemos deixar de destacar as suas participações em outras entidades de Itabuna, como cooperativas, fundador do Grapiúna Ténis Clube e tantos outros empreendimentos, sempre ligados a beneficiar a cidade e a comunidade. Admiravelmente, era um católico fervoroso, que nunca esquecia seus compromissos religiosos, juntamente com sua esposa!
Portanto, essa singela homenagem cheia de carinho e sentimento, tem uma valia muito grande, não só pelo mérito da pessoa, como um reconhecimento meigo e afetivo da minha parte, por alguém que me foi muito caro. CLOVIS NUNES DE AQUINO foi um homem “chamado bondade”!
Vou terminar citando um verso de um poema meu, que retrata todo meu sentimento por esse homem especial:
“Não vou sentir saudade, pois, como posso sentir saudade de alguém que parte, se esse alguém ficará para sempre dentro do nosso coração partido!”
Receba meu adeus Clovis Nunes de Aquino!

*Escritor – Membro da Academia Grapiúna de Letras – AGRAL antoniodaagral26@hotmail.com


0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Perfil

Perfil
Antônio Cabral Filho - Escritor e coadministradores

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Tecnologia do Blogger.