Saber-Literário

Diário Literário Online

A Dor Pode Indicar Necessidade de Mudança Por Ken Korkow

Postado por Rilvan Batista de Santana 26/05/2015

A Dor Pode Indicar Necessidade de Mudança
Por Ken Korkow

Anos atrás o médico Dr. Paul Brand e o escritor Philip Yancey escreveram um livro intitulado “Pain: The Gift Nobody Wants” (dor o presente que ninguém quer). Se já houve um título apropriado para um livro, esse é um. Quem deseja experimentar dor? Quem procura por ela?  Apesar disso a dor faz parte da vida real tanto quanto o sol e as aves que voam sobre nossas cabeças. 

Para mim, entre as formas mais comuns de dor está uma recorrente dor de cabeça. Não estou falando de uma importunação pequena, mas de uma dor debilitante, que às vezes me deixa incapaz de participar das atividades mais comuns. Durante um mês, cerca de um ano atrás, precisei tomar sete comprimidos para dor de cabeça, e durante a metade do mês seguinte mais seis. Foi quando li um artigo no "Wall Street Journal"  intitulado, “Você é o que você não come.” Depois de lê-lo compreendi que talvez estivesse contribuindo para minha própria dor.

Desde então tenho evitado comer trigo (pão e produtos com glúten), laticínios (leite, queijo, sorvete, etc.), ovos, açúcar, soja, amendoim (e eu amo pasta de amendoim encorpada, provavelmente uma das razões para eu ser “encorpado”), ou batata inglesa. Ao mesmo tempo — e não penso que seja coincidência — não precisei tomar um só comprimido para dor de cabeça depois de iniciar esta disciplina dietética. Perdi peso e comecei a me sentir melhor física e mentalmente. 

Alguém afirmou com sabedoria que "Deus não desperdiça a dor". Como resultado, minha dor de cabeça fez com que eu levasse a sério como perdesse peso e me tornasse mais consciente da boa nutrição, melhorando as condições físicas em geral e meu bem-estar.  Como Brand e Yancey observaram em seu livro, apesar de todos os nossos esforços para evitar a dor, há momentos em que ela proporciona grandes benefícios. 

Refletindo sobre isso compreendi que há muitas circunstâncias em que a dor pode sinalizar necessidade de mudanças. Por exemplo, a dívida e as pressões do acúmulo de contas a pagar nos causam muito estresse, mas essa dor pode estar nos dizendo que é hora de nos tornarmos mais responsáveis financeiramente.

Às vezes o emprego ou a carreira produzem dor em nossa vida, o que pode indicar necessidade de mudança, especialmente se descobrimos que estamos presos a um cargo de que não gostamos ou que oferece pouca ou nenhuma perspectiva de futuro. Mas nossa “dor" pode também estar revelando necessidade de comprometimento mais sério com nosso trabalho ou com a busca de mais formação e treinamento, para realizá-lo de modo mais produtivo e recompensador. 

Quando experimentamos relacionamentos dolorosos — com nosso cônjuge, filhos, colegas de trabalho e até mesmo amigos — isso pode estar nos mostrando necessidade de mudar nossas atitudes, tornando-nos menos egoístas, mais disponíveis e mais preocupados com os interesses das outras pessoas. Provavelmente não precisamos cortar esses relacionamentos, mas ao contrário, efetuar mudanças que os tornem melhores. 

Permita que eu lhe pergunte: Será que existe alguma dor em sua vida que Deus esteja usando para fazê-lo considerar a necessidade de mudanças?

As Escrituras nos aconselham: “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma” (Tiago 1.2-4).

É difícil “alegrar-se” em tempos de dor. Mas uma visão retrospectiva geralmente nos mostra o quanto precisávamos dela. 

Questões Para Reflexão ou Discussão  
1. Como você geralmente reage ao se confrontar com a dor ou dificuldades severas? Procura encontrar um "remédio" rápido?
2. Já houve momentos em que a dor pode realmente ser percebida como um “presente”, mesmo quando mal recebida inicialmente?
3. Que tipo de dor você está experimentando (ou suportando) no momento em sua vida?
4. Por que você acha que a Bíblia recomenda que nos “alegremos” nos períodos de dor e grande sofrimento? Já aconteceu de você passar por grandes dificuldades e depois se sentir grato por ter passado pela experiência?
Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 10.17; 13.18,24; 15.32; Romanos 8.18; 2Coríntios 4.16-18; Hebreus 12.5-6. .  
Próxima semana tem mais!

MsC. Jean Luiz Correia Baraúna
Baraúna Consultoria Contábil
Contato: (73) 3613-7771/9133-1845/8869-3561/9949-7771/8127-5976
Medite: “Pais Que Levam Seus Filhos à Igreja, Não Vão Buscá-los na Cadeia”

0 comentários

Postar um comentário

Recomende este blog!!!

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Tecnologia do Blogger.