Saber-Literário

Diário Literário Online

Os 5 Generais Presidentes - Carlos Chagas

Postado por Rilvan Batista de Santana 26/05/2017

É PRÁ PENSAR!
Os 5 Generais Presidentes
Autor : jornalista CARLOS CHAGAS
Não sou favorável a comparações. Prefiro apresentar o que foi feito em uma época e o que está sendo feito agora, pois as situações são diferentes. Porém, neste caso, tomo a liberdade de aproveitar um artigo do jornalista Carlos Chagas, lido na internet. Assim ele começa:
“Erros foram praticados durante o regime militar, eram tempos difíceis. Claro que no reverso da medalha foi promovida ampla modernização de nossas estruturas materiais. Fica para o historiador do futuro emitir a sentença para aqueles tempos bicudos. Mas uma evidência salta aos olhos. Quando Castelo Branco morreu num desastre de avião, verificaram os herdeiros que seu patrimônio limitava-se a um apartamento em Ipanema e umas poucas ações de empresas públicas e privadas. Costa e Silva, acometido por um derrame cerebral, recebeu de favor o privilégio de permanecer até o desenlace no palácio das Laranjeiras, deixando para a viúva a pensão de marechal e um apartamento em construção em Copacabana. Garrastazu Médici dispunha, como herança de família, de uma fazenda de gado em Bagé, mas adoeceu, precisou ser tratado no Hospital da Aeronáutica, no Galeão. Ernesto Geisel, antes de assumir a presidência da República, comprou o Sítio dos Cinamonos, em Teresópolis, que a filha vendeu para poder manter-se no apartamento de três quartos e sala, no Rio. João Figueiredo, depois de deixar o poder, não aguentou as despesas do Sítio do Dragão, em Petrópolis, vendendo primeiro os cavalos e depois a propriedade. Sua viúva, recentemente falecida, deixou um apartamento em São Conrado, que os filhos agora colocaram à venda, ao que parece em estado lamentável de conservação. Não é nada, não é nada, mas os cinco generais-presidentes até podem ter cometido erros, mas não se meteram em negócios, não enriqueceram nem receberam benesses de empreiteiras beneficiadas durante seus governos. Sequer criaram institutos destinados a preservar seus documentos ou agenciar contratos para consultorias e palestras regiamente remuneradas. Bem diferente dos tempos atuais, não é?
Por exemplo, o Lulinha, filho do Lula, era até pouco tempo atrás funcionário do Butantã/SP, com um salário (já na peixada política) de R$ 1.200,00 e hoje é proprietário de uma fazenda em Araraquara, adquirida por 47 milhões de reais e, detalhe, comprada à vista. Centenas de outros políticos também trilharam e trilham o mesmo caminho. Se fosse aberto um processo generalizado de avaliação dos bens de todos os políticos, garanto que 95% não passariam, seria comprovado destes o enriquecimento ilícito. Como diria Boris Casoy: ‘Isto é uma vergonha’ e, pior, ninguém faz nada.”
Recapitulando, o regime militar foi um movimento político de duplo escopo, surgido do temor do expansionismo soviético e do desejo de desenvolvimento nacional, que administrou o país com um regime de exceção e que, por um lado, teria impedido a implantação de um regime totalitário e, por outro, seria responsável pelo Brasil ter se tornado uma das maiores economias do mundo.
Dentro deste prisma, listo algumas das realizações do regime militar: construção de hidrelétricas gigantescas como Itaipu, a maior do mundo, além de Tucurui, Ilha Solteira, Jupiá, São Simão, Emborcação, Volta Grande e outras; construção da ponte Rio-Niterói; construção do aeroporto Tancredo Neves; crescimento econômico de até 14% ao ano, sem desemprego, sem inflação, sem greves; criação de 13 milhões de empregos; criação do Pró-Álcool; ferrovia da soja; rodovia transamazônica; inúmeras outras obras que elevou o Brasil do 48º lugar no ranking econômico das nações para o 8º lugar. E tudo isso em 22 anos de governo.
Por outro lado, analisando hoje, mais de 25 anos após o regime militar, continuamos como a 8ª economia mundial. Sem comentários! (Tarcisio Angelo Mascarim é presidente do SIMESPI – Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas, de Material Elétrico, Eletrônico, Siderúrgicas e Fundições de Piracicaba, Saltinho e Rio das Pedras)

12 comentários

  1. Anônimo Says:
  2. Acho que ele falou foi uma grande besteira e desconhece os fundamentos de nossa economia. A ditadura foi vice-campeã de gestão fraudulenta, só perde para a gestão atual. Com reserva de mercado colocou o Brasil num atraso tecnológico sem precedentes, mergulhou o Brasil em obras sem planejamento e sem consistência econômica, assassinou uma geração de jovens que poderia ser os bons políticos que nos faltam hoje. Nossa incompetência em gestão é tão grande que achamos que um gestor que não rouba é um bom gestor. O único mérito do governo militar foi nos livrar do comunismo, entretanto é o responsável pela existência do Partido dos Trabalhadores, não poderia haver herança pior.

     
  3. O unico merito do governo militar foi nos livrar do comunismo? Gracas a Deus que isso aconteceu. O proprio ex-presidente Lula lutava contra os militares desde quando era metalurgico.Colocar culpa nos miliatres por nao termos bons politicos? Isso nao tem sentido.Ser corrupto nao e exemplo de nada, e falta de carater mesmo, safadeza!

     
  4. Anônimo Says:
  5. Concordo celeste....em 21 anos arrumaram um pais q estava um caos
    ...pena q houve a violência....mas não adiantou nada...aqueles baderneiros tiveram uma nova chance e deu no qdeu. ...mensalao...quebra da petrobras....e todos q ai estão riquissimos....e nós aqui sem termos em quem votar....

     
  6. Os presidentes (ditadores) militares morreram com ‘humildes’ patrimônios pessoais, disse o jornalista Carlos Chagas, embora tivessem cometidos “erros”. Não roubaram? Não lucraram? Mas... Dentre esses “erros” estão fechar o Congresso Nacional; acabaram com direitos civis; perseguiram pessoas; mandaram matar; mandaram explodir; lobotomizaram; assassinaram; censuraram jornais, livros, peças, músicas, artes; torturaram; esconderam corpos; forjaram suicídios; inauguraram o estupra mas não mata ‘malufiano’; a quem apoiaram diga-se de passagem... mas eram “honestos” com o dinheiro... não com pessoas; não com a democracia; não com a vida!

     
  7. Beto LEAO Says:
  8. Paulo Lavrador Jr. Guerra é guerra. Muitas atitudes foram necessárias para conter os comunistas que, infelizmente, voltaram com toda a força graças à anistia dada a eles. Muitos bandidos, assassinos, estupradores que diziam lutar pela democracia naquela época estão hoje no poder, o qual tanto perseguiram. Esse era o único objetivo deles. O poder e não a democracia. Agora que conseguiram, inventam uma Comissão da Verdade mentirosa, tendenciosa, para condenar quem os "perseguiu". Pleitearam a anistia para seus crimes mas não cogitam nem de longe anistiarem os militares. Mas, como se sabe, tudo isso faz parte do esquema e não nos surpreendemos nenhum pouco. E foram honestos com as pessoas, sim. Com as pessoas de bem, que só queriam um país decente e próspero. Um grande erro foi reconhecer e liberar sindicatos e o PT. Não fosse isso, talvez não estivéssemos na situação em que nos encontramos hoje. Ou sim. Quem pode saber?

     
  9. Democracia??!!

    Pelo jeito poucos sabem que, por exemplo, os EUA não são constitucionalmente uma Democracia, longe disso. A palavra não é nem mesmo citada na Constituição Federal e nem nas Constituições dos estados; aliás, nem mesmo na Declaração de Independência.

    Os chamados "Pais Fundadores" daquele país tinham profundo desprezo por esse regime político e cuidaram para não constituírem uma Democracia lá. Constituíram uma República sob o Império da Lei.

    Na série de Ensaios conhecida como "The Federalist Papers", James Madison - referenciado como o Pai da Constituição Americana - escreveu no Ensaio número 10: "Hence it is that such democracies have ever been spectacles of turbulence and contention; have ever been found incompatible with personal security or the rights of property; and have in general been as short in their lives as they have been violent in their deaths.

    Alexander Hamilton disse:“We are a Republican Government. Real liberty is never found in despotism or in the extremes of Democracy.”

    Infelizmente, com o passar das gerações, o povo americano foi sendo convencido de forma lenta e sub-reptícia que seu País "é" uma Democracia e a Ordem Constitucional original foi pervertida, levando à decadência gradativa que lá também ocorre.

    Nelson Rodrigues certa vez declarou: "A maior tragédia da Democracia é que ela traz à tona A FORÇA NUMÉRICA DOS IDIOTAS, que são a maioria da humanidade".

    Karl Marx, por sua vez, declarou: "A Democracia é a estrada que leva ao socialismo". Socialistas geralmente adoram a Democracia.

    Por favor, leiam no artigo do link abaixo um texto bem eloquente sobre a ilusão que é a Democracia (naquele site há muitos outros textos a respeito).

    http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1287

     
  10. alberto boga Says:
  11. hei, psiu!
    paulo labrador!
    Quantos anos você tem? com certeza não viveu a época dos governos militares. Vá ler livros!vá estudar a história imparcial. Verás que foram anos de liberdade. quem morreu, foi torturado,ou sumiu estavam de alguma forma mancomunados com o mal.
    estude um pouquinho só e depois venha postar algo que preste.

     
  12. Anônimo para mim são todos petistas. Não perco meu tempo. Política hoje é sinônimo de "jogo". Vejo políticos reclamando que não têm dinheiro para campanha! "Como posso concorrer com fulano, que conseguiu milhões?" Falam com toda a naturalidade... Está errado.

     
  13. Unknown Says:
  14. Francisco Seixas, muito obrigado por sua indicação de leitura Mises Brasil!

     
  15. Alcione Boff Says:
  16. Porque será que tu não se identificou pra todos saberem quem é o autor de tanta merda em um único comentário? É fácil falar merda e não se identificar né? Típica covardia esquerdista.

     
  17. cesar filho Says:
  18. O único erro dos nossos heroicos generais foi deixar estes que hoje nos governa vivos.

     
  19. cesar filho Says:
  20. O único erro dos nossos heroicos generais foi deixar estes que hoje nos governa vivos.

     

Postar um comentário

Postagens populares

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Minha lista de blogs

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Diário Online

Diário Online
rilvan.santana@yahoo.com.br

Perfil

Perfil
Administrador

Patrono

Patrono

Estatística Google (Visualizações)

Google Tradutor

PARCERIAS

Bookess

ABL

R. Letras

DP

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.

Links de livros, crônicas, contos, cartas, etc.
Todos os nossos textos, abaixo, estão licenciados no Creatve Commons.
Tecnologia do Blogger.