NÃO DEVEMOS ODIAR  NADA.  João Batista de Paula – Escritor  e Jornalista.

Basta ter um coração puro. Que toda negatividade a nós destinada, seja transformada em amor à vida,  beleza, sol e luz divina.

Você odeia a falsidade? Traição? Mentiras? Ignorância? Palavrões? Tristeza? Saudade? Falso Amor? Ciúmes? Inimizades? Falso amigo? 
Aprendemos que tudo que existe nesta vida, neste mundo material, mundo físico, tem um motivo e razão de ser, tem seu significado e missão. Por isso, devemos respeitar as leis da natureza, respeitar a ordem , os limites e aprender com o que e bom e belo.

Não devemos odiar nada que faz parte de nossa vida, que aceitamos, ou que traímos para nós. Temos sim, que ampliar nosso amor, nossa paciência, nossa tolerância, nossa bondade, nossa humildade, nossa Fé, exercitar o perdão e a compaixão. 

Não devemos nutrir o ódio e nem a maldade em nossa mente e coração, porque o amor e a  beleza vem de Deus. Devemos ser aprendizes, polir a pedra bruta, enobrecer os nossos sentimentos.

Estamos sempre com lições à nossa frente para aprendermos e vivenciarmos, mas nem sempre a gente colhe as flores e o perfume, preferindo nutrir o rancor, a raiva, o ressentimento e a vingança ao invés de detectar a verdadeira lição de vida.

A natureza, a vida, o mundo, as pessoas, tudo enfim, servem de instrutores e de purificação para nossas máculas.

Devemos aprender para poder ensinar, devemos ampliar nossos conhecimentos espirituais e materiais para entender que o amor basta a si mesmo.

Nesta nossa caminhada individual devemos aprender e ser exemplo de vida, rumo ao enobrecimento de nossos sentimentos e o polimento de nossa alma. 

Quando a gente quer, a gene aprende.  Aprende com a falsidade. Aprende com a traição. Aprende com as mentiras. Aprendo com a ignorância. Aprende com os palavrões. Aprende com a tristeza. Aprende com a saudade.  Aprende com o falso amor e com os ciúmes.  Nada é inútil. ! 

Alguma coisa serve de mau exemplo. Então, vamos aprender a viver e ser feliz. Aprender a ser forte! Aprender a conviver e viver feliz; sem rancor, raiva, sem ressentimentos, sem amargura.

Aprender com à natureza que se renova todos os dias e sermos firme e forte como o bambu; cheio de nós e resistente.  

Lembre-se: Aquilo que está parecendo ser o fim para você, pode ser o inicio de uma grande virada em sua vida. O importante é saber viver e ser feliz. Basta ter um coração puro, porque é necessário, nesta vida, aprender com o bem feitor e  com o mal feitor. Vamos abrigar:  o amor, a verdade, o bem e o belo.


Conheça a extraordinária vida de São Bernardo de Claraval


Glória da Igreja e da Cristandade.
De tempos em tempos a Providência faz surgir homens providenciais que marcam todo o seu século, como São Bernardo, o Doutor Melífluo, cantor da Virgem, grande pregador de cruzadas, extirpador de cismas e heresias, pacificador exímio e um dos maiores místicos da Igreja.
Em família privilegiada, de grande fortuna e poder, nasceu Bernardo, no final do século XI. Sua maior riqueza, porém, era uma arraigada fé católica.
O pai, Tecelim, grande senhor, era bom e piedoso; e a mãe, Alícia, seria venerada como bem-aventurada pela Igreja na França. Quando nasceu Bernardo, o terceiro de sete filhos, além de o oferecer a Deus, como fazia com toda sua prole, ela consagrou-o ao serviço da Igreja.

A ciência dos santos, Bernardo a aprendeu com os pais; e a do mundo, com os padres da igreja de Châtillon-sur-Seine.

O menino era extremamente bem dotado. Além de boa aparência física, tinha Bernardo uma inteligência viva e penetrante, elegância de dicção, suavidade de caráter, retidão natural de alma, bondade de coração, uma conversa atraente e cheia de encanto.
Ao par disso, uma modéstia e uma propensão ao recolhimento, que o faziam parecer tímido.
Radicalidade na prática da pureza
Com tantas qualidades naturais e uma posição social invejável, ao crescer poderia ter-se facilmente desviado para o mundanismo.


Mas Bernardo provou que a alta condição social, se vivida com fé, pode até ajudar a prática da virtude.
Seu temperamento, inclinado à meditação, abriu-se à ação da graça, que o levava a escolher sempre a virtude ao prazer, as coisas de Deus às do mundo.
Aos 19 anos era alto, bem proporcionado, com profundos olhos azuis iluminando um rosto varonil, emoldurado por uma loira cabeleira. Seu porte era ao mesmo tempo nobre e modesto.
Um dia, numa recepção social, a figura de uma jovem o atraiu e o perturbou.
Imediatamente, para afastar aquela visão que se lhe tornou quase obsessiva, arrojou-se num tanque de água fria e ali permaneceu até que o tirassem.
Fez então o propósito de consagrar-se totalmente a Deus.
Povoou a Abadia de Cister
No ano de 1098 São Roberto fundara, num vale chamado Cister, um ramo reformado da famosa abadia de Cluny, já então em decadência.
A severidade de sua regra foi afastando os candidatos, enquanto seus monges antigos iam morrendo.
Santo Estevão Harding, sucessor de São Roberto, pensava em fechar definitivamente as portas da abadia, quando um dia trinta nobres cavaleiros apareceram, pedindo para entrar na Ordem.
Eram Bernardo com irmãos, um tio e amigos, que ele tinha convencido a acompanhá-lo. Mais tarde seriam seguidos pelo irmão mais novo e o próprio pai, enquanto a única irmã também se dedicaria a Deus, morrendo em odor de santidade.
Era tão intenso o dom de persuasão que possuía esse homem cheio do amor de Deus, que, ao pregar, as mulheres seguravam os maridos e as mães escondiam os filhos, por medo de que o seguissem.
Comunicação contínua com Deus
Bernardo entregou-se à prática da regra como monge consumado. Posto que, nos caminhos da virtude, há várias vias para se atingir a santidade, Bernardo embrenhou-se com total radicalidade na bela via para a qual se sentia chamado por Deus.
Dominou de tal maneira seus sentidos, que comia sem sentir o sabor, ouvia sem ouvir. Dominou o paladar a tal ponto, que uma vez bebeu sem perceber um copo de azeite, em vez de água.
Formou para si uma cela interior, na qual vivia tão recolhido que, depois de dois anos, não sabia se o teto da abadia era abobadado ou liso, e se havia janelas na capela.
Sua comunicação com Deus era contínua, de maneira que mesmo enquanto trabalhava não perdia seu recolhimento interior.
Pensava que o monge devia ter o domínio de si, mesmo durante o sono; e mais tarde, quando ouvia roncar algum dos irmãos, dizia que isso era dormir de um modo carnal e no estilo dos seculares.
Fugia do sono como de uma imagem da morte, concedendo-lhe tão pouco tempo que mal podia dizer-se que dormia.
Fundador de Claraval, atraía as almas para Deus
Santo Estevão Harding via maravilhado aquele jovem com maturidade e prudência de ancião. E apenas dois anos depois de sua entrada em Cister, envia-o como superior de um grupo de monges para fundar a abadia de Claraval. Bernardo tinha apenas 25 anos de idade.
A nova abadia ficava num lugar inculto e agreste, sendo por isso chamada de Vale do absinto. São Bernardo transformá-la-ia em Vale Claro, ou Claraval, espalhando sua fama por toda a França e, depois, pela Europa. Muitos eram os nobres que iam visitá-lo e acabavam ficando seus discípulos.
A pobreza da abadia nos seus inícios era espantosa: não tinham para comer senão ervas silvestres; mal se vestiam, sofrendo todas as intempéries. Essa era a riqueza desses verdadeiros heróis, que tudo tinham abandonado por Cristo.
Bernardo atingira um grau supereminente de amor de Deus e de união com a vontade divina, mas faltava-lhe ainda compreender bem a humana fraqueza de seus subordinados.
Tinha escrúpulos de dirigi-los pela palavra, crendo que Deus lhes falaria no íntimo da alma muito melhor do que ele.
Estava nessa tentação, quando um dia apareceu-lhe um Menino todo envolto numa luz divina. Com grande autoridade, este ordenou-lhe dissesse tudo quanto lhe viesse ao pensamento, porque seria o próprio Espírito Santo que falaria por sua boca.
Ao mesmo tempo Bernardo recebeu uma graça especial de compreender as fraquezas dos outros e de se acomodar ao espírito de cada um, para ajudá-los a vencer suas misérias.
O modo como Bernardo atraía vocações para Claraval era milagroso. Por exemplo, todo um grupo de nobres, que por curiosidade quiseram um dia conhecê-lo. Atuava como se fosse um poderoso ímã para atrair almas a Deus.
A atração mais estrondosa foi a de Henrique de França, irmão do Rei Luís VII. Esse príncipe foi a Claraval tratar de um importante assunto com São Bernardo.
Quando ia sair, pediu para ver todos os monges, a fim de se recomendar às suas orações. Bernardo disse-lhe que logo experimentaria a eficácia dessas orações.
No mesmo dia Henrique sentiu-se tão tocado pela graça que, esquecendo-se de que era então o sucessor da coroa, quis ficar em Claraval. Mais tarde foi Bispo de Beauvais, e depois Arcebispo de Reims.
Com isso Claraval cresceu tanto, que habitualmente seu número era de 600 a 700 monges. Apesar disso, cada um mantinha isolamento interior e silêncio, como se estivesse só.
Jamais um monge estava inativo, tendo sempre algum trabalho manual para fazer, se não estivesse em oração no coro ou em sua cela.
Com o tempo e o número crescente de vocações, Bernardo pôde fundar 160 casas de sua Ordem, não só na França mas também em outros países da Europa.
Extirpador de cisma
A missão pública de São Bernardo quase não teve similar na História. Foi ele, por exemplo, chamado para combater o cisma do antipapa Anacleto II (*).
Percorreu então a Europa, conquistando reis e reinos para a justa causa. Foi a alma dos Concílios de Latrão, de Troyes e de Reims, convocados pelo Papa para tratar dos negócios da Igreja.
Opôs-se ao Imperador alemão Lotário II que, aproveitando-se do cisma, queria receber as investiduras das igrejas. Bernardo não só o fez disso desistir, mas também o convenceu a reconhecer o Papa verdadeiro.
Bernardo tentou — juntamente com São Norberto — ganhar o antipapa. Mas em vão: este foi renitente e recusou-se a ouvir qualquer argumento.
A pregação de São Bernardo era em geral acompanhada por grande número de milagres. Livrava possessos do demônio, restituía a vista a cegos, movimentos aos paralíticos, voz aos mudos, audição aos surdos.
O cardeal d’Albano, preso a fortes febres, foi curado bebendo a água que foi passada em um prato onde comera o Santo.
Ele praticamente não podia andar sem ser seguido por uma multidão de doentes e de sãos que nele queriam tocar. Precisava falar à multidão de uma janela, para proteger-se.
Estava na Itália quando a morte repentina do antipapa Anacleto fez cessar o cisma, que havia durado sete anos.
Elegeram um sucessor, mas Bernardo o convenceu da iliceidade dessa eleição, do risco de sua eterna salvação, e o levou arrependido aos pés do verdadeiro Papa. Com isso terminou o cisma.
Por toda parte o santo era olhado como “o pai dos fiéis, a Coluna da Igreja, o apoio da Santa Sé, o Anjo tutelar do povo de Deus”.
Franqueza apostólica com poderosos
Além da questão do cisma, não houve ponto importante na Igreja, naquela época, em que Bernardo não tivesse intervindo.
Esse intrépido batalhador foi o árbitro de todas as disputas de seu tempo. Assim, reconciliou o Conde da

Champagne com o Rei Luís VII, que queria assenhorear-se de suas terras, evitando uma guerra fratricida.
Tendo o Rei da França Luís VII, expulsado de suas dioceses o Arcebispo de Tours e o Bispo de Paris, Bernardo repreendeu-o vigorosamente por cartas, ameaçando-o com o Juízo de Deus.
Nem a liberdade apostólica com que Bernardo falou ao Rei, nem o cumprimento de uma de suas previsões — a morte do primogênito desse príncipe — levaram-no a censurar o Santo.
Aniquilador de heresias e pregador da II Cruzada
Bernardo foi o protetor da fé contra as heresias de Pedro Abelardo e Arnaldo de Bréscia, que queriam renovar os antigos erros de Ario, Nestório e Pelágio. Combateu também os erros de Gilberto de la Porée, Bispo de Poitiers.
Mas a principal heresia que o santo combateu foi a de um monge apóstata, Henrique, que no Languedoc movia guerra cruel à Igreja, atacando os Sacramentos e os sacerdotes fiéis.
O santo abade foi também chamado a pregar a II Cruzada, o que ele fez com a força de sua eloqüência e o poder de milagres.
Conta seu secretário que na Alemanha ele curou, num só dia, nove cegos, dez surdos ou mudos, dez mancos ou paralíticos.
Em Mayence, a multidão que o rodeou foi tão grande, que o Rei Conrado foi obrigado a tomá-lo em seus braços para tirá-lo ileso da igreja.
Cantor da Virgem
A devoção de Bernardo para com Nosso Senhor Jesus Cristo e a Virgem Maria eram incomparáveis.
Certo dia, quando entrava na catedral de Spira, na Alemanha, em meio ao Clero e povo, ele ajoelhou-se por três vezes, dizendo na primeira: “Ó clemente!”; na segunda: “Ó piedosa!”; e na terceira: “Ó doce Virgem Maria!”.
A Igreja acrescentou depois estas invocações ao final da Salve Rainha.
Enfim, muitíssima coisa mais poder-se-ia dizer deste Santo excepcional. Estando para morrer, seus filhos espirituais faziam violência aos Céus para segurá-lo na Terra.
Ele lamentou-se docemente: “Por que desejais reter aqui um homem tão miserável? Usai de misericórdia para comigo, eu vos peço, e deixai-me ir para Deus”. O que ocorreu no dia 20 de agosto de 1153.

Obras Consultadas:
— Les Petits Bollandistes, Vies des Saints, Bloud et Barral, Libraires-Éditeurs, Paris, 1882, tomo X, pp. 50 e ss.
— Frei Justo Pérez de Urbel, O.S.B., Año Cristiano, Ediciones Fax, Madrid, 1945, tomo III, pp. 388 e ss.
— Edelvives, El Santo de cada día, Editorial Luis Vives, S.A., Saragoça, 1948, tomo IV, pp. 511 e ss.
— Pe. José Leite, S.J., Santos de cada dia, Editorial A.O., Braga, 1987, vol. II, pp. 557 e ss.
Plínio Maria Solimeo
Retirado da Revista Catolicismo

Fonte: lepanto.com

A banalização do crime

Merval Pereira
Fonte: Google
Sem ter como desmentir as recentes denúncias de manipulação criminosa, os governistas e sua vasta rede de militantes que atuam na internet passaram a uma bem orquestrada ação de banalização dessas atividades ilegais, como se fossem corriqueiras. É o caso da preparação dos ex-diretores da Petrobras para depoimentos na CPI que apura a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, acusada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) de prejudicial aos cofres da empresa.
A própria presidente Dilma abriu essa discussão ao acusar publicamente o ex-diretor Nestor Cerveró de ter produzido um relatório falho tecnicamente que induziu o Conselho Administrativo da Petrobras, presidido por ela na ocasião, ao erro de aprovar uma transação que se mostrou equivocada. Pois bem, como é sabido a Petrobras demitiu Cerveró, que àquela altura trabalhava na BR Distribuidora, e a própria presidente da estatal, Graça Forster, admitiu no Congresso que aquela não fora uma boa compra. Descobre-se agora que a Petrobras está pagando as multas com que os ex-diretores foram punidos pelo TCU e que todos eles, inclusive o culpado pelo prejuízo, estavam recebendo orientações especiais e treinamento para o depoimento na CPI da Petrobras.
Não bastasse a estranheza de a estatal prejudicada bancar a defesa de ex-diretores acusados de malversação de dinheiro público, gravações de uma reunião na sede da Petrobras revelaram que a chegada de Cerveró à sede da empresa foi cercada de preocupações e cautelas para que sua presença não fosse notada. E que as perguntas que seriam feitas a ele e a outros diretores já estavam previamente preparadas pelos próprios membros da CPI da base aliada do governo.
O ministro das Comunicações Paulo Bernardo, para justificar essa tramoia, deu uma declaração absolutamente absurda: segundo ele, desde Pedro Álvares Cabral as CPIs são arranjadas. Esqueceu-se de que a CPI que derrubou o então presidente Collor foi liderada pelo PT, e que outras, como a dos Correios, acabaram levando à cadeia diversos líderes petistas envolvidos no mensalão.
Na verdade, as CPIs, um instrumento das minorias, sempre tiveram papel importante no desvendar de atos corruptos, e só quando a maioria resolve boicotá-la é que se transforma em uma farsa como a da Petrobras. Na própria gravação é possível ouvir os advogados da Petrobras procurando uma maneira segura de enviar as perguntas a José Gabrielli, ex-presidente da Petrobras, o que não seria necessário se não fosse um ato escuso. Treinar os depoentes em CPIs é uma coisa, montar uma farsa com perguntas previamente combinadas é outra muito diferente. A mesma coisa acontece com o caso dos perfis da Wikipédia alterados por pessoas de dentro do Palácio do Planalto.
Que a Wikipédia é um ambiente aberto a todos, ninguém discute. Mas a inclusão de informações inverídicas e calúnias no perfil de alguém não pode ser considerada normal. Especialmente se essas ações são feitas no Palácio do Planalto, de onde saíram mais de 200 alterações em diversos perfis, muitos para incluir elogios a pessoas do governo, outras para atacar jornalistas independentes como Miriam Leitão ou Carlos Alberto Sardenberg.
A própria presidente Dilma, ao repudiar a ação, cometeu um ato falho ao dizer que “nesse caso específico, é algo que quem quiser fazer individualmente que faça, mas não coloque o governo no meio." A fala da presidente é reveladora de uma maneira de pensar a luta política: distorcer informações sobre pessoas consideradas inimigas do governo pode ser uma atividade política que alguns utilizam, desde que não coloque embaraços para o governo.
Que a guerrilha virtual é uma atividade corriqueira dos petistas, já é sabido. A novidade, que agrava a situação, é que agora esta prática criminosa está sendo feita de dentro do Palácio do Planalto, numa demonstração de que não há mais um mínimo de separação entre o governo e a campanha eleitoral, até mesmo nas ações mais baixas. É uma ação de guerrilha de dentro do palácio do governo. Como a presidente pode lavar as mãos? Não há cadeia de comando? Nem dentro do Planalto? Como o Gilberto Carvalho pode dizer que foi “uma bobagem” e ficar tudo bem?
Nesse caso, pelo menos politicamente, o ônus da prova se inverte. É a Presidência que precisa entregar o culpado e provar que era um aloprado celerado agindo por conta própria. Caso contrário, é como se o Nixon dissesse que quem instalou aquelas escutas no prédio Watergate foram uns aloprados do Partido Republicano.


O Globo, 12/8/2014

Ouvidos ou penicos?
Antonio Nunes de Souza*

Com tristeza singular, temos que fazer essa transformação física e mental, para que possamos aguentar a zoada infernal de centenas de decibéis instalados em carros que, desrespeitosamente, tentam nos ensurdecer pelos barulhos e nos enlouquecer pelas “merdas” transmitidas. Parecem que estão tratando com idiotas, pois, sem nenhuma cerimônia, repetem as velhas e desgastadas promessas que vão colocar as cidades, estado ou o país, verdadeiros paraísos terrestres, solucionando todos os problemas existentes e, logicamente, melhorar as coisas que estão funcionando com normalidade!
O mais curioso é que, tais promessas são repetidas com veemências, principalmente por aqueles que já passaram pelos poderes e nada fizeram, deixaram seus rastros de incompetências, desrespeito ao povo, grandes enganadores e, como era no passado, voltar como grandes heróis salvadores da pátria!
Será que o povo ainda acredita nessa técnica desgastada e mentirosa, para ter a tola idéia de votar nesses políticos aproveitadores profissionais, que sempre levaram suas vantagens usando da boa fé e esperança dos eleitores? Sinceramente que duvido muito, pois, de tanto apanharem seguidamente, embora seus ouvidos estejam recebendo “merdas” como se fossem penicos, suas mentes estão muito mais claras para perceberem quais são os que realmente estão melhorando, tentando melhorar ainda e mostrando para o mundo que hoje temos um Brasil superior e respeitável, oferecendo maiores e melhores condições e oportunidades ao seu necessitado e merecido povo!
Claro e lógico que podemos, com muito critério, pinçar uns poucos que merecem as nossas atenções (antigos, novos e atuantes), mas, todo cuidado é pouco para que nessas escolhas, não pequemos com distrações ou enganos, dando chances as velhas raposas!
Continuem dando seus passeios nas ruas das cidades, desfrutem da invernal barulheira e, sem alternativas, ouçam as propagandas e promessas dos santificados (?) candidatos, porém, tenham o maior cuidado na hora de darem os seus sagrados votos!
Jamais esqueçam que ”competência se mede pelos resultados” e, os que são melhores, pode procurar e ver, facilmente, muitos resultados obtidos, concretos ou em andamentos!


*Escritor – Membro da Academia Grapiúna de Letras de Itabuna – antoniodaagral26@hotmail.com

O que é a Orgonita?

Orgonita transmuta energia negativa em energia positiva e acumula e amplifica esta energia beneficiando tudo e todos a sua volta.

 É a combinação de material orgânico e pequenos fragmentos de metal que tem a capacidade de atrair e capturar energia orgone. A Orgonita gera Orgone Positivo ao mesmo tempo que transforma o Orgone Negativo em Positivo. A energia Orgone, ou o "o Orgone" foi inventado pelo Dr. Wilhelm Reich (1897-1957) para designar um tipo de energia que é provavelmente a mesma que na China se designa por "chi" e na India, "prana".

 Não sei muito sobre o Orgone mas recomendo que pesquisem as teorias do Dr. Reich pela internet ou mesmo lendo os seus livros (que eu recomendo). Mas, basicamente, o orgone positivo tem uma natureza expansiva e promove um espirito liberto e descomplexado (relacionado com o Amor Universal) enquanto que o orgone negativo tem uma natureza de contracção e promove o bloqueio de energias (relacionado com o Medo). Também se pode dizer que o Positivo é Vida, e o Negativo - Morte.

 A orgonita é parecida com uma pedra feita com resina de fibra de vidro, aparas de metal e um cristal de quartzo. Adicionando um cristal mestre (duas pontas) intensifica o processo e permite a você a oportunidade de 'programar' o cristal com sua mente (e intenções) para dirigir essa energia para uma determinada tarefa ou objetivo.Qualquer pessoa pode fazer sua própria orgonita com formas diferentes e usos diversos. Como pingentes que protegem a própria pessoa, placas que são usadas para neutralizar a energia negativa que é emanada de aparelhos eletro eletrônicos, pirâmides que purificam casas, etc. É também usada para purificar a água e promover a saúde das plantas.

 Benefícios da Orgonita:

 . Simples e fácil de fazer, e trabalha continuamente;
 . Muda a energia negativa para energia positiva;
 . Purifica a atmosfera, despoluí a água, e acaba com a aridez;
 . Repele pragas ajuda as plantas a crescer melhor precisando de menos água;
 . Diminui os efeitos das radiações de electromagnéticas;
 . Desarma e repele formas de vida predatórias;

 . Inspira um comportamento agradável e equilibrado alegre e feliz;
 . Frequentemente cura insônia e pesadelos crônicos;
 . Ajuda a acordar as suas capacidades psíquicas inatas.

 Dicas de como usar sua Orgonita:

 . As peças mais pequenas devem ser usadas em cima ou junto dos eletrodomésticos como televisões, microondas e computadores que geram frequências electromagnéticas nocivas ao ambiente e à saúde, principalmente o Orgone Negativo gerado pelo microondas;
 . Fixar uma peça com fita adesiva forte no cano de água que abastece a sua casa vai reenergizar em parte a água que passar nesse cano. Saiba que os ângulos retos usados na canalização "moderna" são responsáveis pelo fato da água chegar em nossas torneiras sem suas qualidades energéticas;

 As peças maiores, em cone, são mais poderosas e trazem muito Orgone Positivo a uma sala de estar, um escritório ou uma oficina. Se puser uma por baixo da cama é quase garantido que terá um sono repousante;
 . Use também sua própria intuição porque não existe melhor conselheira.


 Orgonites

Los orgonites son una pequeña tecnología que hará mucho por ti y por el planeta en general, es una m...

Enviado por Paulo Almeida

No Ginecologista

A loira vai ao ginecologista e o médico informa:
— Tenho uma boa notícia! Você está esperando um bebê!
E a loira:
— Então fala para ele vir logo, porque hoje eu tô com pressa...

Um imigrante, por Carlito Azevedo


Um imigrante
bate fotos trepado
no toldo de
um quiosque
a multidão grita
em frente ao Banco
aparece um malabar
aparece um pastor
imagens da pura
desconexão
aparecem as montanhas
lilases do Cáucaso
mas na foto buscada só
aparece a imagem
da menina
com seu coelho
de pelúcia
sua dobra
cor de ferrugem
contra a luminosidade


Carlos Eduardo Barbosa de Azevedo, ou Carlito Azevedo (Rio de Janeiro, 4 de julho de 1961) - Além de poeta, é crítico literário e editor da revista de poesia Inimigo Rumor. Com seu livro de estreia, Collapsus linguae, ganhou o Prêmio Jabuti. Publicou também As banhistas, Sob a noite física e a antologia Sublunar, que recebeu o Prêmio Alphonsus de Guimarães, da Biblioteca Nacional. Publicou recentemente Monodrama. Fonte: Noblat

Pílulas de vida

Carlos Heitor Cony
Depois de ter criado o mundo, Deus estava mal informado. Achou tudo "bom": o dia, a noite, as aves no céu, os peixes no mar, o homem na terra. Tentou fazer um copydesk de sua obra, mandando chuva durante 40 dias e 40 noites, mas o dilúvio não melhorou a sua criação. Entre outras besteiras, esqueceu-se de inventar a pedra filosofal, o círculo quadrado e as pílulas de vida do Doutor Ross.
Felizmente, esse tal Doutor Ross, séculos depois, fabricou suas famosas pílulas de vida, melhorando substancialmente a existência do homem mal-acabado pelo Todo Poderoso. Nas farmácias de antigamente, havia um menu bem exposto e iluminado, com as maravilhas curativas de sua produção.
Como em certos restaurantes populares, cada pílula tinha um número. A de número 31 era tiro e queda para frieiras e distúrbios hepáticos. A de número 28 curava erisipela, problemas com o piloro. Havia pílulas contra o câncer, a insônia, a impotência sexual, a incontinência urinária e outros males da espécie humana. Provavelmente feitas pelo Miguel Gustavo, suposto autor de outro jingle famoso: "Melhoral melhoral, é melhor e não faz mal''.
No caso das pílulas do Doutor Ross, o jingle era cantado por um barítono do coro do Teatro Municipal, de voz grossa e solene: "Pílulas de vida do Doutor Ross, fazem bem ao fígado de todos nós". Seguido de um corolário indispensável: "Na prisão de ventre, que é dor atroz, pílulas de vida do Doutor Ross".
Infelizmente, nunca precisei delas. Só tive problemas de fala, trocava letras e troco até hoje. Não consigo dizer "cavalo", digo "tavalo". Meu próprio nome era "Tarlos Heitor Tony". "Fogão" era "fodão".
Sobrevivi.
Espero que surja um novo Doutor Ross, na USP ou na PUC, que faça uma pílula capaz de me livrar da vergonha e da fama de débil mental.

Fonte: ABL
Folha de S. Paulo(RJ), 12/8/2014

Na noite física, por Carlito Azevedo


A luz do quarto apagada,
na escuridão se destaca
a insônia que nos atraca,
dois gêmeos na bolsa d’água.
Ao despertar levo as marcas
que de noite rabiscavas
em minha pele com a sarna
ávida de tua raiva?
E em você a cega trama
algum mal pôde? ou maltrata
ainda, que penetrava
concha, espádua, gargalhada?
E, em nosso rosto essa raiva
aberta? que estranha lava
é essa que, rubra (baba
de algum diabo), se espalha?
A luz do quarto apagada,
na escuridão se destaca
a fúria que nos atraca,
dois gêmeos na bolsa d’água.

Google
Carlos Eduardo Barbosa de Azevedo, ou Carlito Azevedo (Rio de Janeiro, 4 de julho de 1961) - Além de poeta, é crítico literário e editor da revista de poesia Inimigo Rumor. Com seu livro de estreia, Collapsus linguae, ganhou o Prêmio Jabuti. Publicou também As banhistas, Sob a noite física e a antologia Sublunar, que recebeu o Prêmio Alphonsus de Guimarães, da Biblioteca Nacional. Publicou recentemente Monodrama. Fonte: Noblat

DESEQUILÍBRIO DO DESEJO - João Batista de Paula – Escritor e Jornalista.

 Tenho dito que a maioria das pessoas sofre por aquilo que elas não têm ao invés de agradecer o que tem. Quando conseguem suprir suas necessidades e realizar seus desejos, nunca ficam felizes e satisfeitas, querem mais e muito mais. Não é que quero que as pessoas deixem de sonhar alto e nem desejarem ter; possuir, muito mais, não. Neste processo o fundamental é ter gratidão e manter o equilíbrio do ter e do ser.

A pessoa quando tem amor e vontades de subir na vida, chegar ao topo do sucesso e das realizações, deve também possuir atitudes de gratidão e agradecimentos as conquistas e a todos que lhe impulsionaram ao bel-prazer. Tudo tem uma razão e um motivo de ser. Então, vamos também respeitar as nossas limitações.

A gente tem o desejo de conseguir uma boa posição social, um bom emprego, bom salário, um excelente carro, apartamento, joia, casa de praia, amigos e bajuladores. Na verdade, esse desejo faz parte da cultura de um povo. Entretanto, não devemos ter um desequilíbrio de nossos desejos e vontades, ou seja, não praticar injustiça, não trapacear, não mentir, não roubar, não passar a perna nos outros para obter êxito dos nossos desejos.

O ideal é viver com fé, amor, doação, saúde, prosperidade e paz, mas sem causar nenhum sofrimento ao nosso próximo.

Viver bem exige aprendizagem e evolução individual e coletiva, pois, não devemos esbanjar felicidade e desejo de querer muito mais, causando sofrimento ao próximo. A igualdade, a fraternidade e a liberdade devem ser para todos, igualmente, ao sol que brilha e gera felicidade para os justos e injustos.

Faz bem sonhar; e acreditar, realizar. Faz bem desejar; e planejar, idealizar. Faz bem querer ter posse e poder; e lutar, conquistar passo a passo os ideais. Faz bem trilhar pelos caminhos do sucesso e das realizações.

Nesse processo de caminhada evolutiva; crescer, querer, desejar, sonhar, requisitar, solicitar e almejar fazem bem ao coração e as emoções, mantendo o equilíbrio das nossas boas intenções.

Não podemos ter desejos desenfreados, indisciplinados, como minhoca querendo ser cobra; se espichando tanto para se igualar à cobra, correndo o risco de se despedaçar toda por causa da inveja e do desejo desequilibrado.

Vamos ter bons sonhos, bons desejos, bons procedimentos, para que possamos ser cidadãos presentes, amigos, corteses e gratos.

video

Enviado por Edilson José de Santana - Salvador (BA)

video




Uma garota perguntou:


-Mãe, posso levar a nossa cachorrinha para andar em volta do quarteirão?
A mãe respondeu:
-Não, porque ela está no cio.
-O que é isso?
- perguntou a menina.
-Vai perguntar ao pai,... ele está na garagem. 

A garota foi até à garagem e disse:
-Paizinho, posso levar a LulaBelle para dar uma volta ao quarteirão? Eu pedi à mãe, mas ela disseque a cachorrinha está no cio,
então eu vim falar com você.
O Pai disse:

-Traga a LulaBelle aqui.
Ele pegou num pano, embebeu-o em gasolina e esfregou debaixo do rabo da cachorrinha, a fim de disfarçar o cheiro do cio, e disse:
-Tudo bem, podes ir, mas mantenha a LulaBelle na coleira e só dê uma volta em torno do quarteirão.

A garota saiu e voltou poucos minutos depois sem a cachorrinha na coleira.
Surpreso, o pai perguntou:
- 'Onde está a LulaBelle?'
 
 
(VOCÊ VAI ADORAR A RESPOSTA!)

A garota respondeu:
-"Acabou a gasolina dela na metade do quarteirão, por isso tem um cachorro rebocando ela até à nossa casa."


 

video

Enviado por Edilson José de Santana - Salvador (BA)


Sábio Pensamento chinês  (atribuído  a Confúcio)

"Se, ao despertares pela manhã, ao som dos pássaros e do farfalhar das folhas agitadas pela brisa da manhã, levares a mão ao coração e o sentires bater, é porque estás vivo; se levares as mãos à cabeça e a encontrares sobre os ombros, é porque ainda podes ser capaz de pensar. Contudo, se levares as mãos aos culhões e contares quatro, é porque estas sendo enrrabado!

CONTINUE A BUSCAR
PRIMEIRO O REINO
Congresso das
Testemunhas de Jeová
2014
P R O G R A M A
INFORMAÇÕES PARA OS CONGRESSISTAS
Os locais de diversos departamentos serão anunciados
conforme a necessidade. Essas informações também poderão
ser obtidas nos departamentos de Indicadores e
de Informações.
ACHADOS E PERDIDOS E GUARDA-VOLUMES
Todos os objetos achados devem ser encaminhados ao
Departamento de Achados e Perdidos. Se tiver perdido
algo, dirija-se a esse departamento e identifique
seus pertences. Crianças perdidas devem ser levadas a
esse departamento; contudo, ele não deve ser encarado
como creche. Cuide bem de seus filhos e mantenha-os
junto de você.
ADMINISTRAÇÃO
Esse setor é responsável pela supervisão de todo o congresso.
CONTINUE A BUSCAR
PRIMEIRO O REINO
2014
Congresso das
Testemunhas de Jeová
Organizado pelo Corpo Governante das
Testemunhas de Jeová
ANÚNCIOS
Nem o presidente nem qualquer outra pessoa deve fazer
anúncios de natureza pessoal ou transmitir saudações de
pessoas ou congregações por meio do sistema de som. A
finalidade deste é transmitir o programa do congresso e
informações relacionadas ao seu funcionamento.
ASSENTOS
É bom levar os outros em consideração. Lembre-se de
que só poderá reservar lugares para os que viajam no
mesmo carro que você, moram na sua casa ou são seus
estudantes da Bíblia. Não deixe objetos nos assentos em
sua volta. Sua cooperação nessa questão permitirá que
outros vejam que esses lugares estão vagos.
BALCÃO DE PUBLICAÇÕES
Esse departamento cuida da distribuição de todas as publicações,
o que inclui eventuais publicações lançadas no
congresso.
BATISMO
Os candidatos ao batismo deverão estar sentados na seção
reservada para eles antes do início do discurso de batismo,
que será no sábado de manhã. Todos devem trazer
sua toalha e roupa de banho modesta. Os assentos
reservados para os candidatos estarão na área principal,
em frente ao palco. Quaisquer exceções a isso serão
anunciadas de antemão e serão do conhecimento dos indicadores
e do Departamento de Informações.
DONATIVOS
A um custo considerável, foram providenciados assentos
adequados, sistema de som e muitos outros serviços que
tornam agradável assistir ao congresso e nos ajudam a
nos aproximar de Jeová. Seus donativos ajudam a cobrir
essas despesas e também apoiam a obra mundial.
Informações para os congressistas 3
Para sua conveniência, há caixas de donativos claramente
identificadas em diversos lugares nas dependências
do congresso. Todo donativo é muito apreciado, e o Corpo
Governante deseja agradecer-lhe o generoso apoio
dado aos interesses do Reino.
ESCOLA PARA EVANGELIZADORES DO REINO
Pioneiros com idade entre 23 e 65 anos que estejam interessados
em expandir seu ministério estão convidados a
assistir à reunião para candidatos à Escola para Evangelizadores
do Reino, no domingo à tarde. O local e a hora
exatos dessa reunião serão anunciados de antemão.
INDICADORES
Os indicadores foram designados para ajudá-lo. Coopere
plenamente, acatando a orientação deles sobre estacionamento
de veículos, fluxo de pessoas, marcação de
lugares e outros assuntos.
PRIMEIROS SOCORROS
Lembre-se: é SÓ para EMERGÊNCIAS.
PRESIDENTE
O presidente cuida de assuntos relacionados ao programa
do congresso e aos participantes do programa.
SERVIÇO DE BETEL
Qualquer publicador batizado que tenha 35 anos de idade
ou menos, que resida no país e esteja interessado no
serviço de Betel pode assistir à reunião para os interessados
nesse serviço, na sexta-feira à tarde. O local e a hora
exatos dessa reunião serão anunciados de antemão.
SERVIÇO VOLUNTÁRIO
Se desejar oferecer-se para ajudar nos serviços relacionados
ao congresso, apresente-se nesse departamento e
será encaminhado para onde se precisa de ajuda.
Informações para os congressistas 4
“A vós é concedido entender os segredos
sagrados do reino”
—Mateus 13:11
Manhã
9:20 Música
9:30 Cântico 40 e oração
9:40 Discurso do presidente:
Conheça algumas pessoas que estão buscando
primeiro oReino de Deus (Revelação 12:1, 2, 5)
10:20 Simpósio: Entenda oque simbolizam os tronos
do governo divino
Otrono de Jeová (Salmo 103:19)
Otrono de Jesus (Mateus 25:31)
Ostronos dos 144 mil (Mateus 19:28;
Revelação 20:4)
11:10 Cântico 108 e anúncios
11:20 Umséculo do governo do Reino emcontraste
com umséculo do governo de Satanás (Salmo 40:5;
Isaías 5:20, 21)
11:45 Discurso temático:
Valorize as bênçãos atuais do Reino!
(Isaías 48:17, 18; 2 Coríntios 12:2-4; Tito 1:2)
12:15 Cântico 75 e intervalo
Tarde
1:25 Música
1:35 Cântico 27
1:40 ComoBabilônia, a Grande, ‘tem fechado oReino’
(Mateus 23:2, 4-10, 13, 23, 24, 34)
2:00 Simpósio: Oque deve estar emsegundo lugar?
(Mateus 6:33)
Recreação (Marcos 6:31; João 4:34)
Comida e bebida (Eclesiastes 3:12, 13;
Romanos 14:17)
Preocupação com a saúde (Salmo 115:17;
Lucas 12:25; 1 Timóteo 5:23)
Namoro e casamento (1 Coríntios 10:31-33)
SEXTA-FEIRA 5
Tarde (continuação)
Relações familiares (Mateus 10:37; Romanos 12:17, 18)
Busca de bens materiais (1 Coríntios 9:24)
3:00 Cântico 70 e anúncios
3:10 Peça teatral: ‘Não dê margem ao Diabo’
(Efésios 4:27; 1 João 4:11)
4:00 ‘Segredos sagrados do Reino’ que foram
progressivamente revelados (Mateus 13:10, 11)
4:20 Ensine seus filhos aamar oReino de Deus!
(Salmo 78:3, 4)
4:55 Cântico 88 e oração final
“Dignos do reino de Deus”
—2 Tessalonicenses 1:5
Manhã
9:20 Música
9:30 Cântico 120 e oração
9:40 Simpósio: Quem não herdará oReino de Deus?
(1 Coríntios 6:9-11)
As pessoas imorais
Os “idólatras”
Os “gananciosos”
Os “injuriadores”
10:20 Simpósio: Quem herdará oReino de Deus?
Os “pobres” (Lucas 6:20; Mateus 5:3)
Os que se tornam como “criancinhas”
(Mateus 18:2-4)
Os que são “perseguidos por causa da justiça”
(Mateus 5:10)
Os que ajudam os irmãos de Cristo
(Mateus 25:34)
11:00 Cântico 92 e anúncios
SEXTA-FEIRA
SÁBADO
6
Manhã (continuação)
11:10 Simpósio: “Têm de ser pregadas primeiro as boas novas”
do Reino
De casa emcasa (Marcos 13:10)
Demodo informal (Salmo 45:1)
Emlugares públicos (Provérbios 1:20, 21)
11:45 Discurso do batismo: Jeová vai ajudar você a herdar
oReino (Isaías 41:10)
12:15 Cântico 60 e intervalo
Tarde
1:35 Música
1:45 Cântico 95
1:50 Simpósio: Empenhe-se por alvos que podem ajudá-lo
a buscar primeiro oReino
Mude para onde a necessidade émaior (Atos 16:9, 10)
Aprenda outro idioma (1 Coríntios 9:22, 23)
Esforce-se para ser umservo ministerial
(1 Timóteo 3:12, 13)
Esforce-se para ser umancião (1 Timóteo 3:1, 2;
Tito 1:9; 2:1)
Sejaumpioneiro (Salmo 34:8; Marcos 12:30)
Faça a Escola para Evangelizadores do Reino
(Isaías 6:8; 54:13)
2:50 Cântico 85 e anúncios
3:00 Entre no Reino, mesmo aleijado, coxo ou com um
olho só (Marcos 9:43-47)
3:20 Comosúditos do Reino, continuem a ‘não fazer parte
deste mundo’ (João 18:36)
3:45 Leitura bíblica dramatizada: “Jeová é o único Deus
verdadeiro” (1 Reis 16:29-33; 17:1-7; 18:17-46; 19:1-8)
4:15 Aorganização de Jeová —100 anos buscando primeiro
oReino estabelecido de Deus (Salmo 48:12, 13;
Lucas 10:1, 5-11)
4:55 Cântico 103 e oração final
SÁBADO 7
“Vinde . . . herdai o reino”
—Mateus 25:34
Manhã
9:20 Música
9:30 Cântico 30 e oração
9:40 Simpósio: Visualize as bênçãos futuras do Reino!
Ummundo sem Satanás (Revelação 20:2, 3, 7, 10)
Uma só língua (Sofonias 3:9; Zacarias 14:9)
Saúde perfeita (Jó 33:25; Isaías 33:24)
Total harmonia com os animais (Isaías 11:6-9)
OParaíso na Terra (Lucas 23:43)
Novos rolos (Revelação 20:12)
Estar nacompanhia demilhões de ressuscitados
(Jó 14:14, 15)
Poder louvar a Jeová demodo perfeito
(Revelação 5:13)
11:10 Cântico 134 e anúncios
11:20 Discurso público:
Quem será onovo Governante da Terra?
(Isaías 42:1-4)
11:50 Resumo de ASentinela
12:20 Cântico 99 e intervalo
Tarde
1:35 Música
1:45 Cântico 16
1:50 Continue ‘na Estrada de Santidade’ rumo ao
Reino de Deus! (Isaías 35:5-9)
2:10 Peça teatral bíblica: ‘Não falhou nem uma única palavra’
(Josué 1:2, 11; 2:1-24; 7:1, 10-26; 9:1-27; 10:1-14; 23:14)
2:40 Cântico 132 e anúncios
2:50 ‘Nunca fique ansioso’ —Continue a buscar primeiro
oReino de Deus (Mateus 6:1-34; Provérbios 15:15;
1 Pedro 5:8, 9)
3:50 Cântico 91 e oração final
DOMINGO

CO-pgm14-T

Fonte: 
O amor de Cristo nos compele – 2 Cor. 5:14

Recomende este blog!!!

Postagens populares

BLOGS PREFERIDOS

Jornal Eletrônico

Loading...

Reportagem

Loading...
Loading...

SPORT NEWS

Loading...

jogos on-line

jogos on-line
Google

Sites de Serviço

INSS

PENSAMENTO DO DIA

Loading...

Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas)

"Divulgando Trabalhos Literários (Livros,Contos, Crônicas e Poesias)"

Informações Literárias

Loading...

Contos, Crônicas e Romances Postados

Romances

Romances
Autor: Rilvan Batista de Santana

Antologias (participação)

Antologias (participação)
Rilvan Batista de Santana Editoras: Scortecci (SP), Guemanisse Teresópolis (RJ) e ALL PRINT (SP).

THE END

bookmark
bookmark
bookmark
bookmark
bookmark

Perfil

Perfil
Administrador

rilvan.santana@yahoo.com.br

rilvan.santana@yahoo.com.br
Carregando...

Google Tradutor

Patrono

Patrono
Machado de Assis

Estatística

Olhe a hora!!!

PARCERIAS







Casa do Editor

Bookess

Oncosul

GAPO

GAPO

Seguidores

Atenção, Senhores membros!

Atenção, Senhores membros!

Eglê

Eglê
Co-administradora

Expedita

Expedita
Colaboradora

J. Paula

J. Paula
Colaborador

A. Cabral

A. Cabral
Co-adminintrador

CULTURA

Bíblia

Livros - Recanto das Letras

Livros - Recanto das Letras
Tecnologia do Blogger.